Política e Administração Pública

Ouvidoria da Câmara fará pesquisas de opiniões sobre temas que afetam a sociedade brasileira

07/10/2019 - 15:03  

A Ouvidoria Parlamentar vai inovar na maneira como se relaciona com os cidadãos. Em vez de passivamente receber as demandas da população, o órgão vai se adiantar, por meio de pesquisas de opinião, sondando o público sobre temas que afetam a sociedade.

As pesquisas serão feitas em conjunto com a Ouvidoria do Senado, pelo Instituto DataSenado, por telefone, num universo estatisticamente representativo da sociedade brasileira. O objetivo é subsidiar o trabalho parlamentar.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Ouvidor-geral da Câmara, deputado Eduardo Barbosa

Ouvidor-geral da Câmara, o deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG) está otimista com o que foi denominado Programa Primeiro Debate. "Aquilo que a sociedade está debatendo e discutindo e que nós precisamos subsidiar os parlamentares com uma pesquisa própria de opinião pública".

Como resultado dessas enquetes poderão surgir propostas legislativas. O primeiro tema a ser pesquisado é o uso pelos cidadãos das redes sociais. Eduardo Barbosa acredita que essa pesquisa trará resultados bem consistentes. "Se discute muito fake news e nós queremos saber quando você recebe alguma coisa no seu Whatsapp, como é que você avalia aquilo? Você acredita de cara? Você transfere isso imediatamente para a sua rede? Você tenta procurar a veracidade sobre aquele fato? Isso te influencia nas suas tomadas de decisão?", explicou.

Além da influência do mundo digital, também haverá questões sobre liberdade de opinião, valores religiosos e culturais, consumo, entre outros. Essa pesquisa será feita neste mês e divulgada em novembro, em uma audiência pública conjunta das ouvidorias da Câmara e do Senado.

Eduardo Barbosa destaca a transparência do Parlamento brasileiro em comparação, por exemplo, com o Parlamento da França, onde o cidadão, segundo ele, precisa fazer um requerimento para saber como o seu deputado votou. "Aqui no Brasil é online, tanto que a gente já recebe imediatamente nas nossas redes sociais: 'Você votou nisso porquê?'", relatou.

Criada em 2001, a Ouvidoria tem o objetivo de facilitar a comunicação dos cidadãos com os parlamentares, para aferir a satisfação e promover o aperfeiçoamento de processos e serviços oferecidos pela Câmara à sociedade.

Eduardo Barbosa participou recentemente de encontro nacional de ouvidorias de órgãos públicos. Segundo ele, está em andamento a consolidação da rede de ouvidorias dos Parlamentos - estaduais e municipais - no Brasil.

Reportagem - Newton Araújo
Edição - Geórgia Moraes

  • Áudio da matéria

    Ouça esta matéria na Rádio Câmara

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.