Política e Administração Pública

Maia defende mais eficiência no serviço público e parcerias com o setor privado

11/09/2019 - 16:31  

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender maior eficiência no serviço público brasileiro e afirmou que os salários na área ficaram caros demais para a sociedade. Segundo ele, os recursos públicos ficam represados em poucos servidores e na Previdência. Maia participou de encontro na Confederação Nacional dos Transportes nesta quarta-feira (11) para debater a reforma tributária.

“Hoje, o Brasil investe no passado, porque crescem as despesas correntes, e precisamos investir no futuro, no setor de capital, nos investimentos”, disse.

“A palavra eficiência precisa passar a existir no serviço público brasileiro, porque atualmente não existe. Em nenhuma área. Para conseguir colocar a palavra na PEC do Fundeb é quase que impossível. Para poder avaliar professor é quase que impossível. E é um tema que precisa estar no nosso dia a dia”, disse o presidente.

Segundo Rodrigo Maia, é fundamental trabalhar em parceria com o setor privado para reduzir os gastos públicos e que sejam priorizadas áreas fundamentais para a sociedade. Para ele, o setor privado deve assumir áreas que não sejam consideradas essenciais.

“A gente tem certeza de que, nos próximos cinco a dez anos, não existirá investimento público em nenhuma área. Vamos precisar trabalhar em parceria muito forte com o setor privado. Além das reformas, legislações como as PPPs e o novo marco do saneamento. Vamos esperar que o setor privado possa aumentar sua participação na economia brasileira”, disse o presidente.

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição - Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.