Economia

Governo deve apresentar na sexta as propostas de PPA e de Orçamento para 2020

28/08/2019 - 21:51  

Mesmo sem a aprovação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o governo deve apresentar até sexta-feira (30) as propostas para o Plano Plurianual (PPA) 2020-2023 e para a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. A Constituição prevê o dia 31 de agosto, que neste ano cai no sábado, para a entrega, pelo Poder Executivo, desses dois textos ao Congresso Nacional.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Projeto da LDO estava na pauta do Congresso nesta quarta, mas votação foi adiada

Pela primeira vez, essas propostas orçamentárias deverão respeitar integramente o teto dos gastos, que limita a variação das despesas federais à variação da inflação em determinado período. A partir do próximo ano, os poderes Legislativo e Judiciário, mais o Ministério Público e a Defensoria Pública, não poderão contar com eventuais compensações do Poder Executivo.

Em função da Emenda Constitucional 100, o projeto da LOA deverá prever como obrigatória a execução das emendas apresentadas pelas bancadas estaduais ao Orçamento da União. Excepcionalmente, em 2020 esse montante será de 0,8% da Receita Corrente Líquida (RCL), cerca de R$ 6,7 bilhões. Nos anos seguintes, será elevado e chegará a 1% da RCL do ano anterior.

O senador Oriovisto Guimarães (Pode-PR) será o relator do PPA; e o deputado Domingos Neto (PSD-CE), do projeto da LOA. O relator da Receita para o Orçamento de 2020 será o senador Zequinha Marinho (PSC-PA), e os relatores setoriais das despesas ainda não foram confirmados pelos partidos.

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.