Trabalho, previdência e assistência

Expectativa é concluir votação da Previdência até amanhã, diz ministro

As sessões de votação começam à tarde, após o prazo de cinco sessões entre as votações em primeiro e segundo turnos

06/08/2019 - 11:50  

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a expectativa do governo é que a Câmara dos Deputados conclua o segundo turno da votação da reforma da Previdência até amanhã. Lorenzoni participou de reunião na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com líderes para definir as estratégias da votação, como a construção de quórum mínimo e a quebra de interstício (intervalo).

“Queremos a nova previdência aprovada até o início da noite de amanhã. Sabemos que a oposição deve apresentar uma série de destaques, nós precisamos construir uma estratégia para enfrentar isso. Precisamos organizar essa estrutura partidária que dá apoio ao Brasil para que a gente tenha condição de vencer os obstáculos regimentais”, informou o ministro.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Deputados comemoram a aprovação da reforma da Previdência em 1º turno

Na pauta
A proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19) está na pauta de votações de hoje do Plenário da Câmara. O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

O líder do PT, deputado Paulo Pimenta (RS), disse hoje que o partido vai obstruir as votações. “Vamos obstruir e tentar aprovar alguns dos nossos destaques, especialmente aqueles que atingem as pensionistas e os aposentados do INSS, a forma do cálculo da transição e do valor final da aposentadoria.”

Novamente, a proposta precisa de, no mínimo, 308 votos a favor para ser aprovada e então enviada ao Senado, onde também passará por dois turnos de votação.

> Veja como ficou a reforma da Previdência após a votação do 1º turno no Plenário

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição - Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.