Política e Administração Pública

Conselho de Combate à Corrupção poderá ser impedido de sugerir destinação de recursos

11/06/2019 - 12:32  

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Reunião de líderes. Dep. Paulo Pimenta (PT - RS)
Deputado Paulo Pimenta: "Caso houvesse intenção de alterar a destinação de recursos apreendidos, o instrumento correto seria por meio de projeto de lei, e não de decreto do Executivo"

O Projeto de Decreto Legislativo 116/19 susta permissão para que o Conselho de Combate à Corrupção possa sugerir destinações de recursos financeiros para atividades relacionadas ao tema.

O trecho está previsto no Decreto 9.755/19 que institui o Comitê Interministerial de Combate à Corrupção, órgão consultivo para assessorar o presidente na elaboração, na implementação e na avaliação de políticas públicas destinadas ao combate à corrupção na administração pública federal.

A proposta é assinada pelo líder do PT, deputado Paulo Pimenta (RS), e subscrita pelos demais 54 deputados da bancada do partido.

Segundo Pimenta, o Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/41), Lei das Organizações Criminosas (12.850/13) e a Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98) já falam sobre a destinação de itens apreendidos. “Caso houvesse intenção de alterar a destinação de recursos apreendidos, o instrumento correto seria por meio de projeto de lei, e não de decreto do Executivo”, disse.

Tramitação
A proposta será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário.

Reportagem – Tiago Miranda
Edição – Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta