Educação, cultura e esportes

Câmara faz sessão solene em homenagem à Ordem DeMolay

Neste ano, a Ordem DeMolay comemora seu centenário de criação. Objetivo do grupo é formar jovens líderes entre 12 e 21 anos de idade

08/04/2019 - 19:23  

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Homenagem à Ordem DeMolay através do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil e do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil.
Câmara dos Deputados homenageou o grupo criado em 1919 e que tem o apoio da maçonaria

O Plenário da Câmara dos Deputados homenageou nesta segunda-feira (8) a Ordem DeMolay, que é um grupo patrocinado e apoiado pela maçonaria desde 1919 e que tem como objetivo formar jovens de 12 a 21 anos de idade. A instituição chegou ao Brasil em 1980, por meio do maçom Alberto Mansur, e possui cerca de 100 mil integrantes no Brasil.

Foi lido em Plenário o discurso do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Ele mencionou a Lei 12.208/10, que instituiu no calendário nacional o dia 18 de março como o Dia Nacional do DeMolay, o que, para Maia, demonstra a importância da ordem para o Brasil. “A ordem cumpre um relevante papel, que é a formação de jovens motivados pelos valores da honestidade, lealdade e do amor fraterno”, declarou.

O deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), integrante da ordem, relembrou sua trajetória política e na maçonaria. “Tenho certeza que grande parte da minha liderança, da forma de me expressar e da forma de conviver com a sociedade eu devo à Ordem DeMolay”, salientou.

Um dos requerentes da solenidade, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) celebrou os 100 anos da ordem que, segundo ele, também teve grande impacto em sua vida. Ele disse esperar que outros integrantes DeMolay também cheguem ao Parlamento. “Percebemos a importância desta sessão, principalmente nos dias atuais, e a minha expectativa é que a Ordem DeMolay empreste mais membros para a nossa política”, afirmou.

Também na solenidade, o maçom Múcio Bonifácio Guimarães, soberano grão-mestre geral do Grande Oriente do Brasil, afirmou que a eficiência da Ordem DeMolay se revela na quantidade de parlamentares maçônicos no Congresso. Segundo ele, isso tem relação direta com a formação cívica e de liderança que receberam da instituição que integram.

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Homenagem à Ordem DeMolay através do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil e do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil. Mestre Conselheiro Nacional do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil, Senhor JOÃO GUILHERME SCHOTT
João Guilherme Schott: trabalhos sociais da Ordem DeMolay beneficiaram 144 mil pessoas nos últimos três anos

O mestre conselheiro nacional do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil, João Guilherme Schott, destacou que comemorar o centenário da ordem significa relembrar o passado e reafirmar os deveres no presente. Ele também prestou homenagem ao fundador DeMolay no Brasil, Alberto Mansur, falecido em 2012.

Além disso, João Guilherme salientou que os trabalhos sociais realizados pela Ordem DeMolay em todo o País beneficiaram 144 mil pessoas somente nos três últimos anos, através do Desafio Nacional de Filantropia. “É por isso que seguiremos adiante, sem parar”, finalizou.

Liderança na política
Também integrante DeMolay, Guilherme Scian da Silva explicou que os jovens que fazem parte da ordem recebem treinamento de liderança e são encorajados a assumir cargos políticos. Ele disse que um dos maiores diferenciais da instituição é justamente o início dos treinamentos desde os 12 anos de idade.

O deputado Hildo Rocha (MDB-MA) destacou que a instituição está presente em 13 países e não tem fins lucrativos, mas caráter filantrópico e filosófico. O parlamentar salientou que a homenagem é merecida, especialmente pelas ações que a Ordem DeMolay desenvolve em favor dos jovens.

“Estima-se que a ordem já tenha contribuído para a formação de mais de 2,5 milhões de jovens, sob o lema: educando-se os jovens estaremos nos eximindo de ter que castigar os adultos”, disse Hildo Rocha.

Reportagem – Karina Berardo
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.