Segurança

Deputados querem mais recursos para intervenção federal no Rio

19/03/2018 - 15:35  

A comissão externa da Câmara que acompanha a intervenção federal no Rio de Janeiro quer garantir R$ 3 bilhões para a segurança no estado. Integrantes da comissão e representantes do Observatório Legislativo da Intervenção Federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro (Olerj) estiveram nesta segunda-feira (19) com o interventor federal, general Braga Netto, e com o secretário da Segurança do Rio de Janeiro, Richard Nunes.

O general apresentou informações sobre o que foi feito até o momento – a intervenção acaba de completar um mês – e um planejamento das próximas ações, mas os deputados estão preocupados com o planejamento orçamentário das ações. 

Alessandro Dias
Fotos do Dia - comissão externa intervenção federal segurança Rio de Janeiro Olerj
Integrantes da comissão externa da Câmara que acompanha a intervenção federal no Rio de Janeiro após reunião com o interventor

O coordenador da comissão externa, deputado Hugo Leal (PSB-RJ), afirmou que mesmo com o anúncio do governo federal de destinar cerca de R$ 1 bilhão para as ações, ainda será preciso achar outras fontes de recursos para manter a intervenção até o final do ano, pois a estimativa de gastos é de pelo menos R$ 3 bilhões.

“Há necessidades que nos foram apresentadas: R$ 1,6 bilhão de passivo, de custeio de anos anteriores; R$ 1,5 bilhão para ações e investimentos futuros; e na área de pessoal, um passivo de R$ 700 milhões, na Polícia Militar. Cabe a nós como legisladores federais, a pressão ao governo federal para que possa disponibilizar esses recursos”, disse Leal.

Participaram da reunião, além de Leal, a relatora dos trabalhos, Laura Carneiro (DEM-RJ); e os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ); Benedita da Silva (PT-RJ); Chico Alencar (Psol-RJ); Felipe Bornier (Pros-RJ); Glauber Braga (Psol-RJ); Indio da Costa (PSD-RJ); Jandira Feghali (PCdoB-RJ); Jean Wyllys (Psol-RJ); Marcelo Delaroli (PR-RJ); Marcelo Matos (PHS-RJ); Mário Heringer (PDT-MG); Otavio Leite (PSDB-RJ); Pedro Paulo (PMDB-RJ); e Zé Augusto Nalin (DEM-RJ); todos integrantes do colegiado; e Celso Pansera (PT-RJ). Representantes do Senado e da Câmara Municipal do Rio também acompanharam o encontro.

Na reunião, os parlamentares também cobraram celeridade nas investigações do assassinato, na semana passada, da vereadora Marielle Franco, do Psol, e do motorista Anderson Gomes.

Reportagem - Verônica Honório
Edição - Geórgia Moraes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.