Direitos Humanos

Comissão usa arte e cartilha para pedir mais espaço para mulheres na política

07/03/2017 - 19:39  

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Exposição “Mulher, como te vejo”. Mostra organizada pela CMulher, em parceria com os alunos de artes plásticas da Universidade de Brasília (UnB), para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Dep. Zenaide Maia (PR - RN)
Deputada Zenaide Maia (D), defendeu representação política igual para homens e mulheres

Foi aberta nesta terça-feira (7), na Câmara dos Deputados, a mostra “Mulher, como te vejo”, uma parceria da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher com alunos de Artes Plásticas da Universidade de Brasília (UnB). A atividade faz parte das comemorações pelo 8 de Março, Dia Internacional da Mulher.

Durante o evento, foi lançada uma cartilha com mais de 20 artigos assinados por deputadas, sobre temas como violência, participação das mulheres na política, no mercado de trabalho e empoderamento feminino.

A vice-presidente da Secretaria da Mulher da Câmara, deputada Zenaide Maia (PR-RN), disse que a exposição dos artistas da UnB dá visibilidade às mulheres jovens, sendo um passo a mais na luta pelo empoderamento feminino na sociedade e na política.

Mulher e política
“Enquanto a mulher não tiver representação igual ao homem, o mundo não está bem representado. Alguns países onde as mulheres usam burca, têm 25% (de mulheres) no Parlamento. Aqui a gente tem dificuldade de ter 10%. A educação tem que começar cedo, em casa, pelo respeito à mulher. E o fato desses jovens estarem aqui hoje prestigiando o lançamento dessa cartilha é de importância fundamental”, disse a deputada.

Zenaide Maia disse que o Dia Internacional da Mulher é um dia de luta pela conquista de igualdade e manutenção de direitos.

Uma das expositoras, a estudante de Artes Plásticas Amanda Ehvihandt, afirmou que as obras retratam mulheres de destaque na sociedade, além de processos produtivos e criativos encabeçados por mulheres. “Me sinto muito honrada de fazer parte desse processo, principalmente no Dia da Mulher, porque aqui a gente está levantando bandeiras, não está só celebrando, mas está fazendo parte dessa luta que é o poder de fala, de ocupar os espaços, de dizer para todos que eu existo, que sou igual sem restrições”.

A mostra “Mulher, como te vejo”, segue até o dia 17 de março, no Espaço Mário Covas da Câmara dos Deputados.

Da Redação - RS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.