Segurança

Comissão promove novo debate em Minas Gerais sobre unificação das polícias

12/08/2016 - 08:02  

A Comissão Especial da Unificação das Polícias Civis e Militares da Câmara dos Deputados promove um seminário nesta sexta-feira (12) em Uberaba (MG) para discutir a viabilidade da fusão das corporações e suas consequências.

Roberto Parizotti/CUT
Segurança - policiais - polícia militar soldados
A fusão das polícias militar e civil não encontra consenso entre as corporações

A Polícia Civil e a Polícia Militar são ligadas aos governos estaduais, mas com missões diferentes. A Constituição determina que a Civil deve atuar na repressão e na investigação de crimes. Já a Militar, na prevenção da criminalidade e na preservação da ordem pública.

A unificação enfrenta resistência das duas carreiras. “Nós, profissionais da segurança pública, temos o pleno conhecimento do que é necessário para a construção de uma proposta que seja viável, uma proposta de consenso”, afirma o presidente da comissão, deputado Delegado Edson Moreira (PR-MG).

O parlamentar lembra que as duas corporações têm quadros e prerrogativas diferentes, mas acredita que a adequação das funções não seria problema. “As carreiras poderiam ser evolutivas, com concursos únicos e com possiblidades de crescimento, na instituição policial. Além do mais, teríamos apenas um orçamento, apenas uma academia, apenas uma gestão e a subordinação seria diretamente ao governador, como única voz de comando.”

O encontro em Uberaba foi proposto pelo deputado Delegado Edson Moreira e será realizado na Câmara Municipal da cidade, a partir das 14 horas.

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.