Segurança

Comissão promove debate no Ceará sobre unificação das polícias

03/06/2016 - 08:45  

A comissão especial que estuda a unificação das polícias civis e militares realiza seminário no Ceará, nesta sexta-feira (3), sobre a viabilidade da unificação e seus desdobramentos.

Tanto a Polícia Civil quanto a Polícia Militar são ligadas aos governos estaduais, mas com missões diferentes. A Constituição determina que a Civil deve atuar na repressão e na investigação de crimes. Já a Militar, na prevenção da criminalidade e na preservação da ordem pública. A unificação enfrenta resistência das duas carreiras.

Foram convidados para participar do debate em Fortaleza:
- o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol) do Ceará, delegado Milton Castelo Filho;
- o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Simpol), Gustavo Simplício Moreira;
- o presidente da Associação de Cabos e soldados do Ceará, Eliziano Queiroz:
- o comandante Geral da Polícia Militar do Ceará, coronel Giovanni Pinheiro:
- o superintendente da Polícia Civil do Ceará, delegado Raimundo de Sousa Andrade Júnior;
- o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Ceará, Raimundo Marcelo Arcanjo;
- o presidente do sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Ceará, Lousimar da Silva Duarte;
- o presidente do Sindicato dos Profissionais de Segurança do Ceará, Reginauro Sousa; e
- o presidente da Associação de Praças Militares do Ceará, Pedro Queiroz da Silva.

O evento foi sugerido pelo deputado Cabo Sabino (PR-CE) e que será realizado na Assembleia Legislativa do Ceará, a partir das 14 horas.

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.