Política e Administração Pública

CPI dos Fundos de Pensão ouve ex-suplente da Petros e diretor da Funcef

12/11/2015 - 08:27  

A CPI dos Fundos de Pensão ouve hoje, às 9h30, o ex-suplente do Conselho Fiscal da Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros), Sérgio Salgado; e o diretor de Participações Societárias e Imobiliárias da Fundação dos Economiários Federais (Funcef), Carlos Augusto Borges.

O deputado Fernando Francischini (SD-PR), que solicitou o depoimento de Sérgio Salgado, afirma que o depoente poderá dar informações sobre a aquisição de ações da Itausa On e Lupatech On, “que resultaram em enormes prejuízos ao fundo”. Segundo o deputado, o ex-suplente do conselho da Petros também poderá esclarecer suspeitas de manipulação de mercado durante a compra dessas ações. “Segundo consta, o senhor Sergio Salgado possui, inclusive, diversos documentos que demonstram irregularidades na administração da Petros”.

O deputado Paulo Azi (DEM-BA), que pediu a convocação de Carlos Augusto Borges, afirma que o depoente poderá esclarecer notícias sobre déficits recordes em fundos de previdência complementar de funcionários de estatais e servidores públicos: “Muitas dessas notícias estão ligadas a má gestão dos recursos destes fundos de previdência, e algumas falam em corrupção propriamente dita”. O deputado cita reportagem da revista Veja que aponta um rombo de aproximadamente R$ 5,6 bilhões nas contas da Funcef.

Os depoimentos serão no plenário 5.

Da Redação - LC

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.