Educação, cultura e esportes

Câmara aprova inclusão de Rui Barbosa no rol de heróis da pátria

30/07/2015 - 09:26  

Divulgação/Câmara Municipal de Salvador
Cultura - geral - Rui Barbosa
Rui Barbosa presidiu a Academia Brasileira de Letras e também foi juiz na Corte Internacional de Haia. Em 1907, defendeu a teoria brasileira da igualdade racial, na Conferência de Paz de Haia.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou em 15 de julho o Projeto de Lei 5942/09, do Senado, que inscreve o nome de Rui Barbosa no Livro dos Heróis da Pátria.

A proposta, que já havia sido aprovada pela Comissão de Cultura em 2011, segue para sanção presidencial.

Rui Barbosa é um dos personagens mais conhecidos da história do Brasil. Nascido na Bahia, em 5 de novembro de 1849, fixou-se no Rio de Janeiro em 1879, ao ser eleito para a Assembleia Legislativa da Corte Imperial.

Ganhou prestígio como orador, jurista e jornalista defensor das liberdades civis e foi por três vezes candidato à Presidência da República. Também foi ministro da Fazenda do governo de Deodoro da Fonseca e senador. É considerado patrono do Senado Federal.

Corte de Haia
Estudioso da língua portuguesa, Rui Barbosa presidiu a Academia Brasileira de Letras após a morte do escritor Machado de Assis. Também foi juiz na Corte Internacional de Haia, na Holanda. Defendeu a teoria brasileira da igualdade racial em 1907, na Conferência de Paz de Haia.

A comissão acompanhou o voto do relator, deputado Esperidião Amin (PP-SC), pela constitucionalidade e juridicidade do texto. “Trata-se de brasileiro notável que contribuiu para a defesa e a construção da pátria de maneira excepcional, dedicada e heroica”, afirmou Amin.

Dep. Esperidião Amin (PP-SC)
Esperidião Amin: trata-se de brasileiro notável que contribuiu para a defesa e a construção da pátria de maneira excepcional, dedicada e heroica.

O Livro dos Heróis da Pátria também é conhecido como “Livro de Aço”, referência ao material em que é confeccionado. Ele está exposto no Panteão da Pátria, em Brasília, e homenageia brasileiros que tenham oferecido a vida à Pátria. Entre os nomes já inscritos no livro estão o de Tiradentes, Zumbi dos Palmares e Santos Dumont.

Reportagem – Tiago Miranda
Edição – Regina Céli Assumpção

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 5942/2009

Íntegra da proposta