Política e Administração Pública

PSDB propõe regra para contornar variação negativa do PIB

24/06/2015 - 19:37  

Assista ao vivo à sessão do Plenário

O PSDB quer aprovar uma emenda para que a política de valorização do salário mínimo prevista na Medida Provisória 672/15 possa ser baseada na média do Produto Interno Bruto (PIB) dos últimos cinco anos. A intenção é mitigar os efeitos de PIB negativo ou zero.

A MP mantém a fórmula atual de reajuste, que é baseado na variação da inflação no ano anterior, acrescida da taxa de crescimento real do PIB apurada dois anos antes.

“A emenda visa a corrigir a MP ao distribuir, dar oportunidade de a correção ser feita pela média dos últimos cinco anos, o que for mais favorável ao trabalhador”, explicou o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).

O deputado Marco Tebaldi (PSDB-SC) ressaltou que a emenda permite um aumento real para o salário mínimo em momentos de crise. “O PIB de 2014, que vai influenciar o reajuste de 2016, foi 0%. O PIB de 2015 será negativo. De 2016, também. Precisamos fazer a média e adotar o que for maior para garantir uma valorização apesar do que indica o PIB”, disse.

O PT é contra a emenda.

Mais informações a seguir

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: MPV 672/2015

Íntegra da proposta