Saúde

Chioro pede ao Congresso que debata sustentabilidade do SUS

17/06/2015 - 13:29  

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, encarregou o Congresso Nacional de discutir o financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o ministro, os parlamentares e a sociedade devem decidir se querem manter o sistema universal de saúde, conforme previsto na Constituição de 1988. "Vamos ter de encarar a discussão da sustentabilidade do sistema", disse Chioro, ao participar de simpósio de saúde na Câmara dos Deputados.

Durante o simpósio, diversos deputados defenderam o princípio da universalidade. Alguns, inclusive, defenderam o retorno da CPMF, extinta em 2007, e a taxação de grandes fortunas a fim de financiar o setor.

"Me parece que há unanimidade na defesa do princípio da universalidade. Então, vamos ter de encarar a discussão da sustentabilidade desse sistema. Esta Casa é responsável por fazer com que a sociedade brasileira discuta como garantir a sustentabilidade do SUS", conclamou.

Chioro voltou a criticar a judicialização da saúde, que classificou de "perversa". "Há muitos interesses econômicos. A udicialização começou exatamente com as órteses e próteses e se espalhou. Hoje, o secretário de saúde recebe ordem judicial para comprar fralda de tal marca, antitérmico de tal marca. Será que quem prescreve não tem que ser questionado sobre seu interesse?", criticou.

Reportagem - Noéli Nobre
Edição - Patricia Roedel

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.