Projeto exige contratação de portador de deficiência

22/03/2004 - 19:59  

O Projeto de Lei 2993/04, apresentado pela deputada Zelinda Novaes (PFL-BA), obriga as empresas que possuem entre 50 e 100 empregados a contratar pelo menos um trabalhador portador de deficiência ou reabilitado. A matéria está sendo analisada pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.
A exigência do projeto já é prevista na Lei dos Planos de Benefícios Sociais para empresas com mais de 100 funcionários. A legislação também obriga empresas com até 200 empregados a reservar 2% das vagas a deficientes físicos; de 201 a 500 funcionários, 3%; de 501 a mil trabalhadores, 4%; e negócios com mais de mil empregados deverão ocupar 5% das vagas com pessoas reabilitadas ou portadoras de deficiência.
O projeto institui nova exigência para empresas com mais de mil funcionários: a de realizar ampla divulgação das ofertas de emprego específicas para os portadores de deficiência.
"A Constituição elege a habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência e a promoção de sua integração à vida comunitária como um dos objetivos da assistência social", lembra a autora.

A matéria tramita em regime conclusivo nas comissões.

Reportagem - Mauren Rojahn
Edição - Rejane Oliveira

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência)

Agência Câmara
Tel. (61) 216.1851 ou 216.1852
Fax. (61) 216.1856
E-mail: agencia@camara.gov.br
A Agência utiliza material jornalístico produzido pela Rádio, Jornal e TV Câmara.

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.