Política e Administração Pública

Bate-bocas entre petistas e oposição marcaram sessão da CPI da Petrobras

09/04/2015 - 19:33  

A sessão da CPI da Petrobras nesta quinta-feira (9) foi marcada por bate-bocas entre deputados do PT e da oposição. O deputado Delegado Waldir (PSDB-GO), ao interrogar Vaccari a respeito das acusações feitas a ele pelo Ministério Público Federal, chamou o tesoureiro do PT de “maior corrupto e ladrão da história do País” e disse que o PT “patrocina a corrupção”.

“O senhor passou no psicotécnico? Como passou no concurso para delegado?”, perguntou a deputada Maria do Rosário (PT-RS). Waldir disse que vai processar a deputada.

Próximo depoimento
O próximo depoimento à CPI da Petrobras será do empresário Augusto Mendonça Neto, executivo da empresa Toyo Setal que disse, em acordo de delação premiada, que pagou entre R$ 50 milhões e R$ 60 milhões em propina ao ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque entre 2008 e 2001.

Reportagem - Antônio Vital
Edição - Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.