Educação, cultura e esportes

Câmara aprova 7 de abril como Dia Nacional de Combate ao Bullying

04/12/2013 - 12:28  

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quarta-feira (4) proposta que institui o dia 7 de abril como Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola. A medida está prevista no Projeto de Lei 3015/11, do deputado Artur Bruno (PT-CE).

A data foi escolhida de acordo com o conhecido massacre de Realengo. No dia 7 de abril de 2011, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, entrou na Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, da cidade do Rio de Janeiro, e disparou uma arma contra os estudantes. O ataque terminou com a morte de 12 alunos com idades entre 13 e 16 anos. O atirador acabou cometendo suicídio na própria escola.

O projeto de lei já havia sido aprovado pela Comissão de Educação. Como tramita de forma conclusiva, ele segue para o Senado, a menos que haja recurso para análise em Plenário.

Efeitos pedagógicos
Segundo Bruno, a medida deve ampliar a divulgação dos efeitos pedagógicos do bullying no Brasil. “A proposta exige das escolas, universidades e instituições específicas um novo olhar sobre a prática pedagógica que trate com prioridade das causas e das formas de combate do bullying e a violência na escola”, disse. O relator na CCJ, deputado Lincoln Portela (PR-MG), concordou com a medida.

Reportagem - Carolina Pompeu
Edição - Rachel Librelon

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: undefined undefined/undefined

Íntegra da proposta