Educação, cultura e esportes

Câmara anuncia os 78 estudantes que participarão do Parlamento Jovem

Edição de 2013 bateu recorde de inscritos, com 1.631 projetos de lei enviados por estudantes de todo o País; jornada parlamentar dos jovens ocorrerá entre 23 e 27 de setembro.

19/08/2013 - 21:20  

A Câmara dos Deputados selecionou os 78 estudantes que participarão, em setembro, da 10ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro. O evento simula a jornada de trabalho dos deputados federais e possibilita a jovens de 16 a 22 anos participar de todas as etapas do processo legislativo, como a discussão dos projetos nas comissões e votação em Plenário.

A lista dos selecionados está disponível na página do Parlamento Jovem 2013 (http://www2.camara.gov.br/responsabilidade-social/parlamentojovem/2013/resultado-oficial-da-selecao-do-pjb-2013). Veja a lista.

Os estudantes se inscreveram em suas escolas e enviaram projetos de lei para avaliação das secretarias de Educação dos estados. Os projetos foram posteriormente analisados por uma comissão de assessores legislativos da Câmara dos Deputados e classificados de acordo com critérios como originalidade, justificativa e clareza.

Neste ano, foram 1.631 projetos de lei encaminhados por jovens de todo o País. O Amazonas foi o estado com maior número de inscritos: 300 estudantes. Em segundo lugar ficou São Paulo, com 212 alunos; seguido de Rondônia, com 168; Pernambuco, com 144; e Rio de Janeiro, com 115 inscritos. Dos 78 estudantes selecionados, 58 (74,4%) são de escolas públicas.

Educação é destaque
O destaque em 2013 foram projetos na área de educação – 31 dos 78 selecionados –, que estabelecem, por exemplo, a adequação de materiais escolares para alunos com deficiência e a obrigatoriedade da disciplina de Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos currículos nacionais.

Também se destacaram projetos nas áreas de saúde, meio ambiente e inclusão social. Os "jovens parlamentares" se preocuparam, por exemplo, com a coleta de resíduos eletrônicos, os direitos de crianças e adolescentes, o transporte gratuito para estudantes do interior e a instalação de usinas incineradoras para fins energéticos.

Distribuição das vagas
O número de representantes por estado e pelo Distrito Federal é definido de maneira proporcional, como nas eleições oficiais. São Paulo, por exemplo, que tem o maior número de deputados na Casa, terá 11 parlamentares jovens, enquanto o Distrito Federal e o Acre, que têm oito representantes, recebem um representante jovem.

A primeira edição do programa ocorreu em 2004. No total, 690 jovens já participaram da experiência. Neste ano, foi criado um canal de comunicação entre os estudantes e a Câmara dos Deputados: a fan page do Parlamento Jovem Brasileiro no Facebook (https://www.facebook.com/parlamento.jovembrasileiro).

Os estudantes selecionados terão suas despesas com passagens aéreas, alojamento e alimentação pagas pela Câmara.

Da Redação/PT

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.