Economia

Governador de Goiás protesta em Brasília contra MP do ICMS

15/05/2013 - 14:27  

O governador de Goiás, Marconi Perillo, que é do PSDB, lidera um grupo de empresários e sindicalistas que está em Brasília para protestar contra a Medida Provisória 599/12, que cria um fundo de compensação pelas perdas provocadas pela unificação das alíquotas interestaduais do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o PRS 1/ 2013 que unificou as alíquotas. A MP está sendo analisada por uma comissão especial, o projeto foi aprovado na semana passada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

Perillo afirma que as mudanças acarretarão um prejuízo para Goiás em torno de R$ 2,5 bilhões, além da possibilidade de perda de 500 mil postos de trabalho. O governador de Goiás considera que a medida afeta o Pacto Federativo e, segundo ele, também é prejudicial aos estados do Pará, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Marconi Perillo já se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e pretende se reunir ainda hoje com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves para manifestar sua insatisfação com a MP 599.

Reportagem- José Carlos de Oliveira
Edição- Mariana Monteiro

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.