Direitos Humanos

Comissão de Direitos Humanos pode restringir acesso a reunião desta tarde

17/04/2013 - 13:32  

O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), encaminhou à Mesa Diretora ofício alertando para o perigo de novos tumultos na próxima reunião da comissão, prevista para daqui a pouco.

Feliciano disse que, se isso acontecer, terá que, novamente, restringir o acesso ao Plenário 9 a parlamentares, assessores e jornalistas.

“Como ele tem prerrogativa do regimento, isso se caracterizando ele poderá realizar reunião fechada”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves. Ele espera, no entanto, que os boatos não se concretizem e que a reunião ocorra de forma ordeira.

“O povo brasileiro tem todo acesso a essa casa desde que permita a realização dos trabalhos. Pode acompanhar as decisões, mas de forma democrática”, disse o presidente ao final a reunião da Mesa Diretora.

Reportagem - Marise Lugullo
Edição - Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.