Consumidor

Associação sugere autorregulação para melhorar atendimento

04/05/2011 - 22:27  

O superintendente-executivo da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Dario Bampa, reconheceu que há dificuldades para oferecer assistência técnica em todo o País para uma infinidade de produtos, não só para celulares. Em audiência pública da Comissão de Defesa do Consumidor nesta quarta-feira, ele informou que a associação propôs às empresas e ao Ministério da Justiça um código de autorregulação para não deixar o consumidor sem acesso ao serviço de telefonia.

A proposta determina que, se o aparelho apresentar defeito até o sétimo dia da compra, deve ser trocado de imediato. "Se houver uma reclamação na primeira semana, a troca será imediata, sem restrições. A partir do oitavo dia, o consumidor receberá um aparelho emprestado para que não interrompa a utilização da telefonia celular, e se até o 30º dia, o que é muito esporádico, por alguma razão, o aparelho não for consertado, aí, sim, como estabelece o código, o aparelho será trocado ou o consumidor ressarcido financeiramente."

A garantia de que o consumidor receba um aparelho novo caso o conserto demore mais do que 30 dias, prevista no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90), vale para todo o período de garantia, de 360 dias.

Reportagem – Vania Alves/Rádio Câmara
Edição – Marcos Rossi

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.