Política e Administração Pública

Comissão vai investigar a Geap - Fundação de Seguridade Social

04/11/2009 - 19:12  

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou no último dia 28 o relatório prévio do deputado Celso Russomanno (PP-SP) sobre a Proposta de Fiscalização e Controle 92/09, do deputado Chico Lopes (PCdoB-CE), para investigar a Geap - Fundação de Seguridade Social, a fim de verificar a aplicação dos recursos destinados à assistência à saúde do servidor público federal ativo ou inativo e de seus familiares.

O relator ressaltou que o conselho deliberativo da Geap aprovou, no ano passado, alteração do custeio dos planos de saúde administrados pela fundação para o exercício de 2009, o que implicou aumento das contribuições a partir de janeiro deste ano. Com a alteração, informou, os servidores ativos e inativos e os pensionistas passaram a contribuir com valor fixo mensal por beneficiário, em torno de R$ 115,19, em vez dos 8% sobre a remuneração bruta.

Aumento abusivo
Segundo Russomanno, a direção da Geap explicou que o aumento foi necessário para suprir os problemas de um plano que tem 67% dos clientes acima dos 50 anos de idade, e que acumula déficit de 25% na relação entre custeio e arrecadação. Os sindicatos ligados ao funcionalismo público, no entanto, afirmam que o aumento é abusivo e a sua manutenção acarretará grandes dificuldades financeiras aos beneficiários contribuintes, sobretudo aos idosos e de baixa renda.

O deputado disse ainda que, diante da mudança no cálculo das mensalidades do plano Geap Saúde, que atende mais de 700 mil servidores públicos e seus dependentes, a Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Anasps) enviou ofício à Agência Nacional de Saúde denunciando aumento abusivo, que, em alguns casos, pode chegar a 400%.

A fiscalização, de acordo com o relator, será feita com auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU). A comissão poderá ainda contar com apoio técnico da Agência Nacional de Saúde Suplementar, do Ministério da Fazenda, da Receita Federal do Brasil e da Policia Federal.

A União contribui para a Geap na qualidade de patrocinadora. No exercício de 2008, disse o relator, foram repassados R$ 323,4 milhões à entidade para fazer face às despesas com assistência médica e odontológica aos servidores, empregados e seus dependentes.

Notícias relacionadas:
Deputados reclamam do plano Geap Saúde e querem fiscalização

Reportagem - Oscar Telles
Edição - Marcos Rossi

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta