Temer destaca papel do Congresso para Rio 2016

02/10/2009 - 15:48  

O presidente da Câmara, Michel Temer, destacou nesta sexta-feira, em Copenhague, na Dinamarca, o empenho do Congresso na campanha que levou a candidatura do Rio de Janeiro para as Olimpíadas de 2016 à vitória por 66 votos contra 32 de Madri.

Ele ressaltou a aprovação do chamado Ato Olímpico, que deu garantias à candidatura da cidade. Temer e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregaram na quinta-feira (1º) uma cópia da lei ao presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge. O projeto, aprovado em junho pela Câmara dos Deputados e em setembro pelo Senado, ratifica e complementa 64 garantias do governo federal relativas ao projeto Rio 2016.

"Agora vamos acompanhar os preparativos porque haverá necessidade de verba que certamente dependerá da aprovação do Legislativo", apontou Temer.

Ato Olímpico

Se seu navegador não puder executar o vídeo,<a href="#texto">veja a descrição textual do conteúdo do vídeo desta matéria</a>.<br />Se preferir,<a href="http://imagem.camara.gov.br/internet/midias/TV/2009/agencia/out/Michel_Temer.mp3">obtenha o vídeo</a>e salve-o em seu computador.

Temer fala sobre a escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas.

Entre as medidas previstas, está a dispensa de concessão de visto para os estrangeiros credenciados, sendo suficiente para o ingresso no País o passaporte, o cartão de identidade e credenciamento olímpicos. Também estão previstas a criação de uma agência reguladora de transporte e tráfego durante o evento, a coordenação de tarifas hoteleiras e a garantia de leis e regras de controle de dopagem alinhadas às diretrizes da Agência Mundial Antidoping (Wada).

O governo federal fica responsável por tornar disponíveis as frequências de radiodifusão necessárias à realização dos jogos, que poderão ser usadas para a transmissão das competições pela imprensa internacional, pelos comitês olímpico e paraolímpico e pelas federações desportivas internacionais. Os serviços de segurança, saúde, vigilância sanitária, alfândega e imigração também são de responsabilidade do governo federal.

Fiscalização
Temer ainda destacou o papel fiscalizatório da Câmara dos Deputados, da Assembléia Legislativa fluminense e da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro para evitar eventuais problemas. "Não creio que venham acontecer, mas haverá essa preocupação."

Para o presidente da Câmara, o Brasil tem condição de organizar os Jogos com competência e segurança. "Após acompanhar a apresentação maravilhosa dos organizadores do COB e ver o planejamento para que o Rio abrigue tranquilamente os participantes, não tenho nenhuma dúvida em relação a isso", declarou. Temer ainda ressaltou o empenho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do governador do Rio, Sérgio Cabral, e do prefeito carioca, Eduardo Paes. "Todos trabalharam muito", lembrou.

Notícias relacionadas:
Congresso aprova R$ 85 mi para Rio competir por Olimpíadas
Orçamento vai acelerar crédito para Rio disputar Olimpíada

Da Reportagem /SR

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.