Educação, cultura e esportes

Seguridade aprova aposentadoria facilitada para artesão

06/08/2009 - 16:00  

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou nesta quarta-feira (5) aposentadoria subsidiada para artesão, nos termos previstos no Projeto de Lei 3523/08, do deputado Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

Pela proposta, o artesão será considerado segurado especial da Previdência Social, como os trabalhadores rurais e pescadores artesanais.

Contribuinte individual
Como contribuinte individual, o artesão paga uma alíquota de 11% sobre o salário mínimo ou 20% se tiver renda superior. Com a mudança, pagaria 2,3% sobre o valor bruto da comercialização de sua produção.

O relator da matéria na comissão, deputado Ribamar Alves (PSB-MA), argumentou que o projeto é justo. "Tanto quanto os trabalhadores rurais em regime de economia familiar, os artesãos que trabalham individualmente ou com a ajuda de membros da família sujeitam-se a oscilações de demanda", comparou.

Devido a essa sazonalidade, segundo ele, é difícil para os artesãos manterem em dia a contribuição mensal à Previdência no regime em que estão enquadrados atualmente.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado nas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Notícias relacionadas:
Comissão de Trabalho discutirá Estatuto do Artesão
Câmara analisa criação do Estatuto do Artesão

Reportagem - Edvaldo Fernandes
Edição - Regina Céli Assumpção

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 3523/2008

Íntegra da proposta