Política e Administração Pública

Finanças rejeita incentivo para agricultura irrigada

23/07/2009 - 17:09  

A Comissão de Finanças e Tributação rejeitou no último dia 15 o Projeto de Lei 2054/07, do deputado Homero Pereira (PR-MT), que isenta da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e do Programa de Integração Social (PIS) as operações com bens destinados à agricultura irrigada. A proposta será arquivada, pois o parecer da comissão é terminativo.

O relator, deputado Júlio Cesar (DEM-PI), recomendou a rejeição do projeto com o argumento de que o texto é inadequado do ponto de vista financeiro e orçamentário. Ele lembrou que o incentivo fiscal previsto na proposta acarreta renúncia de receita tributária.

Para o relator, o projeto não cumpre as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) no que diz respeito à estimativa da renúncia de receita, a medidas de compensação ou à comprovação de que a proposta não afetará as metas previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Notícias relacionadas:
Projeto regulamenta taxa de irrigação e cria cargos no Executivo

Reportagem - Noéli Nobre
Edição - Pierre Triboli

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta