Direito e Justiça

Comissão rejeita ampliação de profissionais que podem dar atestado

22/04/2009 - 10:03  

A Comissão de Seguridade Social e Família rejeitou na quarta-feira (15) o Projeto de Lei 2346/07, do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), que permitia que todos os profissionais de saúde dessem atestado para ausência justificada ao trabalho. A proposta foi arquivada.

A comissão acolheu parecer do relator, deputado Germano Bonow (DEM-RS), que foi contrário ao projeto. Segundo ele, o texto é vago ao generalizar "profissional da área de saúde", pois atualmente a chefia dos serviços de saúde tem sido exercida até por pessoas cuja qualificação profissional é muito distante da saúde.

"Por outro lado, responsabilizar profissionais por atividades para as quais não foram formados seria um equívoco e uma temeridade para eles mesmos", afirmou.

Notícias anteriores:
Proposta institui prazos para entrega de atestado médico
Doença de dependente pode dar direito a licença remunerada

Reportagem - Vania Alves
Edição - Newton Araújo

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 2346/2007

Íntegra da proposta