Política e Administração Pública

Lei confere a Cruzeiro (SP) o título de Capital da Revolução de 1932

Movimento armado buscava retirar Getúlio Vargas do poder e convocar uma assembleia constituinte

11/04/2024 - 15:10  

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Vanderlei Macris PSDB - SP
O ex-deputado Vanderlei Macris (SP) foi o autor do projeto que originou a lei

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou sem vetos a Lei 14.841/24, que reconhece Cruzeiro (SP) como Capital da Revolução Constitucionalista de 1932. O texto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (11).

A norma surgiu do Projeto de Lei 5189/16, do ex-deputado Vanderlei Macris (SP), aprovado sem alterações pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. “O município de Cruzeiro foi uma localidade com acentuado protagonismo no levante paulista”, explicou Macris.

A Revolução Constitucionalista foi um movimento armado promovido contra o governo de Getúlio Vargas em 1932. O objetivo era levar à convocação de uma assembleia constituinte, conforme o próprio então presidente havia prometido.

Os conflitos começaram em 9 de julho – data que hoje é feriado em São Paulo – e duraram até 2 de outubro, quando as tropas constitucionalistas se renderam. Convocada aquela Assembleia, em 1934 foi promulgada uma nova Constituição.

Túnel da Mantiqueira
“Em Cruzeiro, ocorreu a ocupação do Túnel da Mantiqueira [na ferrovia que ligava a cidade paulista a Passa Quatro, em Minas Gerais] por cem soldados constitucionalistas já no terceiro dia, e o local ficou célebre por ter registrado as batalhas mais sangrentas no conflito”, lembrou Vanderlei Macris.

“A Revolução Constitucionalista de 1932 durou cerca de três meses e teve como desfecho a derrota militar dos rebeldes, mas também a vitória política deles, na reconstitucionalização do País com a Carta Magna de 1934”, ressaltou ele.

Da Reportagem/RM
Edição – Marcelo Oliveira
Com informações da Agência Senado

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.