Política e Administração Pública

Projeto torna obrigatória a acessibilidade a dados de antecedentes criminais de violência contra a mulher

Proposta prevê ainda ações entre as mulheres para que elas investiguem o histórico de possíveis condutas agressivas pelos seus companheiros

08/03/2024 - 13:06  

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Silvye Alves discursa na tribuna do Plenário
Silvye Alves é a autora da proposta

O Projeto de Lei 248/24 obriga os órgãos públicos a facilitarem o acesso para consulta – pelas entidades de defesa, assistência e proteção dos direitos da mulher  – dos dados armazenados em seus sistemas relativos à violência doméstica e familiar, além de outros crimes praticados com violência contra a pessoa ou grave ameaça.

“Com os dados acessíveis dos antecedentes criminais no contexto da violência doméstica e familiar, as mulheres terão mais segurança na escolha do seu parceiro”, defende a deputada Silvye Alves (União-GO), autora da proposta. 

Em análise na Câmara dos Deputados, o texto prevê ainda que os órgãos titulares desses dados realizem ações entre as mulheres para que elas investiguem o histórico de possíveis condutas agressivas por parte de seus companheiros. 

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Defesa dos Direitos da Mulher; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Reportagem - Lara Haje
Edição - Rodrigo Bittar

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta