Política e Administração Pública

Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher marca eleição da presidente para quarta-feira

06/03/2024 - 20:29  

Carolina Souza / Câmara dos Deputados
Deputada Lêda Borges
Deputada Lêda Borges, que será substituída na presidência da comissão

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados marcou a eleição da sua Mesa para a próxima quarta-feira, às 13h30. O cargo será ocupado por uma integrante da federação PT-PCdoB-PV, ainda não indicada. No ano passado, a presidente foi a deputada Lêda Borges (PSDB-GO).

O que faz a comissão
Criada em 2016, a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher tem, entre suas atribuições, o recebimento, a avaliação e a investigação de denúncias relativas à ameaça ou à violação dos direitos da mulher, em especial as vítimas de violência doméstica, física, psicológica e moral. A comissão também fiscaliza programas governamentais relativos à proteção dos direitos da mulher.

Entre outras atribuições estão: incentivar e fiscalizar programas de apoio às mulheres chefes de família; fazer o monitoramento da saúde materno-infantil e neonatal, dos programas de apoio a mulheres em estado puerperal, em especial nas regiões mais carentes do País; e incentivar e monitorar programas de prevenção e de enfrentamento das doenças que afetam as mulheres.

Da Redação/WS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.