Saúde

Comissão aprova estratégias para combater DSTs em mulheres em situação de vulnerabilidade

O projeto continua em análise na Câmara dos Deputados

19/12/2023 - 16:20  

Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Deputada Laura Carneiro fala ao microfone
A relatora, deputada Laura Carneiro, recomendou a aprovação da proposta

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que estabelece diretrizes para o governo proteger mulheres em situação de vulnerabilidade de infecções por HIV/aids e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Segundo a proposta, de autoria das deputadas Erika Kokay (PT-DF), Daiana Santos (PCdoB-RS) e Ana Pimentel (PT-MG),  as ações governamentais – federais, estaduais e municipais – deverão obrigatoriamente considerar aspectos econômicos, sociais, étnicos-raciais e individuais.

Além disso, deverão ter como princípios a garantia dos direitos humanos e o cuidado integral com a saúde, entre outros.

O projeto prevê ainda:

  •  a capacitação permanente de gestores e profissionais de saúde;
  • a promoção de educação em saúde para população em geral; e
  • o monitoramento e a avaliação dos resultados das ações.

O texto aprovado é um substitutivo da deputada Laura Carneiro (PSD-RJ) ao Projeto de Lei 3016/23. A relatora faz pequenas alterações de redação, mas não muda o objetivo principal da medida.

“Além da desigualdade social existente no nosso país, fatores como a raça, a etnia ou a sexualidade produzem barreiras estruturais que impactam o acesso integral à prevenção, assistência a tratamento de doenças, sobretudo das mulheres”, justificou Laura Carneiro.

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Saúde; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem - Emanuelle Brasil
Edição - Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta