CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 79.2021.B Hora: 14:20 Fase: BC
Orador: ZECA DIRCEU, PT-PR Data: 21/09/2021

 O SR. ZECA DIRCEU (PT - PR. Sem revisão do orador.) - Presidente, faço uma saudação fraterna a todos e todas que nos ouvem e nos assistem pela Rádio Câmara e pela TV Câmara. Cumprimento Deputados e Deputadas que estão no plenário virtual e também no plenário presencial.
Como eu queria poder vir aqui hoje e falar de algo positivo. Mas, infelizmente, a realidade dura que vive o nosso povo não me permite. Infelizmente, o desgoverno ao qual nós estamos submetidos não me permite. Vexame, vergonha - difícil achar um adjetivo que qualifique melhor a presença de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos. Ele é o único líder do G-20 não vacinado!
Quem vê as manifestações do Prefeito de Nova York percebe facilmente que Bolsonaro não é bem-vindo. Ele não é bem-vindo não apenas em Nova York. Quem olha a agenda de Bolsonaro, nota que ele está lá muito mais a passeio, torrando dinheiro público, sem encontros expressivos, sem reuniões relevantes. Percebe-se ainda que Bolsonaro não é bem-visto no mundo todo. Bolsonaro é recebido nas ruas de Nova York como criminoso ambiental.
Ele mente descaradamente no seu discurso, dizendo que está reduzindo o desmatamento e as queimadas, quando nós e o mundo sabemos que a realidade é outra: nunca se desmatou tanto, nunca se queimou tanto no Brasil. Está aí a crise hídrica. Em muitas cidades hoje falta água, na área urbana e na área rural. A conta de luz explode porque o Brasil não cuida do meio ambiente.
Bolsonaro mente quando fala da nossa economia. Bolsonaro mente quando preconiza tratamento precoce com ivermectina e com hidróxido de cloroquina na Assembleia-Geral da ONU! Eu fico imaginando o que pensa um investidor ao ouvir uma pessoa do naipe desqualificado do Bolsonaro fazer um discurso como esse na ONU, que nem pode ser chamado de discurso. Não tem como o Brasil dar certo! Não tem como ninguém acreditar no País! Não tem como retomarmos os investimentos, o emprego, a renda com um Presidente sendo recebido não só como criminoso ambiental nos Estados Unidos, mas como um genocida da pandemia, aquele que vai a uma Assembleia da ONU para propagar mentiras sobre o vírus, sobre o que aconteceu e está acontecendo no Brasil!
Como eu disse, infelizmente, nós não temos motivos para comemorar. A única boa lembrança que nós podemos ter é a dos estadistas que já representaram o Brasil na ONU. Por exemplo, a lembrança dos discursos que fez o ex-Presidente Lula quando lá esteve na abertura como estadista, falando de questões relativas e importantes para o mundo, trazendo investimentos para o Brasil, ampliando os nossos parceiros comerciais.
O SR. PRESIDENTE (Eduardo Bismarck. PDT - CE) - Para concluir, Deputado, por gentileza.
O SR. ZECA DIRCEU (PT - PR) - Concluo, Presidente, manifestando a minha indignação e o meu repúdio, mas deixando sempre acesa a chama da esperança.
A Câmara dos Deputados e o Congresso Nacional tinham que cumprir o seu papel com o impeachment. Mas, se não o fizer, o povo o fará e tirará Bolsonaro definitivamente da história deste País e do cargo que ele vergonhosamente ocupa hoje.