CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 287.1.54.O Hora: 16h28 Fase: GE
  Data: 19/10/2011

Sumário

Repercussão negativa da importação de tecidos usados em hospitais norte-americanos, por empresa de confecções sediada no Município de Santa Cruz do Capibaribe, Estado de Pernambuco. Pujança do polo de confecções pernambucano.

O SR. EDUARDO DA FONTE (PP-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, subo à tribuna desta Casa para fazer justiça a um povo guerreiro, honesto, justo: o povo de Santa Cruz do Capibaribe. Não posso admitir que ele seja execrado e culpado por uma coisa que não cometeu.
O que aconteceu em Santa Cruz do Capibaribe foi um ato isolado de um comerciante que contrabandeou lixo hospitalar dos Estados Unidos. E hoje a cidade de Santa Cruz do Capibaribe está pagando um preço muito caro por isso.
Mas eu gostaria de deixar claro, minha gente, que este povo é honesto e trabalhador. Tenho certeza de que os homens e as mulheres de bem de Santa Cruz do Capibaribe não podem sofrer consequências por um ato isolado de um irresponsável, ou melhor dizendo, por um ato isolado de um cidadão que fez contrabando de lixo hospitalar, que prejudicou não só Santa Cruz do Capibaribe, mas todo o agreste do Estado de Pernambuco.
Então, é em defesa dos homens e das mulheres de bem de Santa Cruz do Capibaribe que subo à tribuna desta Casa hoje para reafirmar que Santa Cruz do Capibaribe é um exemplo não só para Pernambuco, mas para o Brasil, de uma cidade que se desenvolve bem acima da média dos outros Municípios do Brasil. É uma cidade que hoje tem uma pujança econômica muito grande, gera emprego e renda para todo o Brasil.
E é por isso que eu digo a todos vocês, meus amigos e minhas amigas, que me orgulho muito de estar na tribuna da Casa do povo brasileiro para defender Santa Cruz do Capibaribe, para defender o agreste pernambucano, para defender o Brasil.
Muito obrigado.

PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO ORADOR
Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, assomo
hoje à tribuna desta Casa para falar em defesa do povo trabalhador e corajoso da Região de Santa Cruz do Capibaribe e Toritama.
A indústria de confecção da região é estruturada em micro e pequenas empresas familiares que geram milhares de empregos.
Santa Cruz do Capibaribe é o segundo maior polo de confecções do Brasil, superada apenas pela cidade de São Paulo. O Município possuí o maior parque de confecções da América Latina em sua categoria. Toritama se destaca como um dos maiores produtores de jeans do Brasil. Aproximadamente 15% das confecções feitas com jeans brasileiro vem de Toritama.
Sr. Presidente, não posso aceitar a forma generalizada como alguns estão tratando o episódio da importação de lixo hospitalar. Não podemos permitir que essa pujante e respeitável indústria seja afetada por esse fato isolado.
Defendo que esses que erraram sejam identificados e respondam por seus atos. Mas temos que deixar claro para o País que esses irresponsáveis são a exceção.

Os trabalhadores, comerciantes e empresários de Santa Cruz do Capibaribe e de Toritama são honestos, trabalhadores e muito contribuem para a economia de Pernambuco e do Brasil. Portanto, não merecem ter sua imagem denegrida por uma atitude isolada e irresponsável.





POLO DE CONFECÇÃO, REGIÃO, MUNICIPIO, SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, PE, DENÚNCIA, UTILIZAÇÃO, MATERIAL HOSPITALAR, PAIS ESTRANGEIRO, EUA, CONFECCÃO, VESTUÁRIO, IDENTIFICAÇÃO, PUNIÇÃO, RESPONSÁVEL, DEFESA.
oculta