CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 202.3.54.O Hora: 20:02 Fase: OD
Orador: JAIR BOLSONARO, PP-RJ Data: 09/07/2013

O SR. JAIR BOLSONARO (PP-RJ. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu estou devidamente autorizado pelo Líder a pedir votação nominal, caso a moção seja aprovada por consenso.

Nós achamos que é prematura esta moção de repúdio. Este caso está borbulhando. Os Estados Unidos, Sr. Presidente, são o nosso segundo maior parceiro comercial. Então, por uma filigrana dessa, não podemos procurar animosidades com um país tão importante.

No mais, o PT, que de forma unânime está apoiando isso aí, há pouco tempo, quando Evo Morales invadiu a refinaria da PETROBRAS na Bolívia e tomou conta dela, bateu palmas. Em todos os momentos em que países ditatoriais e comunistas tomaram partido do Brasil, eles apoiaram. Não há nenhum espírito democrático.

Nós devemos render, muito pelo contrário, homenagem ao povo americano, pois, se hoje temos liberdade, devemos àquele povo, por causa do que houve por ocasião da Segunda Guerra Mundial e, em especial, pelo que ocorreu em 1964, Sr. Presidente. Caso contrário, esse pessoal que está aqui, que hoje fala em democracia, estaria vivendo numa ditadura hoje em dia.

Então, o PP encaminha "não" a esta moção, Sr. Presidente.