CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 068.1.54.O Hora: 14h40 Fase: BC
  Data: 13/04/2011

Sumário

Exportação pelo País de carne suína para a República Popular da China.

O SR. CELSO MALDANER (PMDB-SC. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, comemoro a conquista da COOPERCENTRAL Aurora, que, juntamente com a Cotrijuí, do Rio Grande do Sul, e a Brasil Foods, de Rio Verde, em Goiás, agora vai exportar carne suína para a China. Essa é uma grande conquista para Santa Catarina.
A COOPERCENTRAL Aurora avalia positivamente os resultados conquistados pela missão brasileira à China, capitaneada pela Presidente do Brasil, Dilma Rousseff. Depois de 5 anos de negociações, a China inicia a importação de carne suína diretamente das agroindústrias brasileiras. Para o presidente da Aurora, Mário Lanznaster, a notícia agradou profundamente, já que a Cooperativa Central é uma das três empresas aprovadas pelo Governo chinês para importação.
Em outubro de 2010, uma comitiva chinesa visitou oficialmente 13 agroindústrias no Brasil e três foram classificadas para exportação de carne suína: COOPERCENTRAL Aurora, de Santa Catarina, Cotrijuí, do Rio Grande do Sul, e Rio Verde - BRF, de Goiás. As outras dez foram condicionadas a melhorias internas ou de controle e serão liberadas quando o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) aprovar/aceitar as adequações. O Brasil também ofereceu mais 13 unidades que ainda não foram visitadas e que, a partir de agora, a China deve enviar questionários para futuras visitações.
Atualmente, a China consome a carne suína brasileira por meio das importações de Hong Kong, que repassa a carne para a China. Com esse acordo, a exportação será direta, Brasil/China, o que é bom para os dois países. Para a China, porque vai comprar sem atravessador a preço menor. Para o Brasil, que poderá incrementar as vendas, oferecer cortes mais nobres e entrar num país com população de renda emergente que, certamente, aumentará o consumo de carne progressivamente nas próximas décadas. O consumo da carne de frango confirma essa expectativa: em 2009, a China importou do Brasil 20 mil toneladas e, em 2010, pulou para 120 mil toneladas.
A China é o maior produtor mundial de suínos, com plantel de 446 milhões de cabeças. No mundo inteiro são 774,5 milhões de cabeças e no Brasil o plantel é de 33,5 milhões de cabeças. Já em termos de produção, a China produz metade da carne suína do mundo com 48,7 milhões de toneladas e consome 100% do volume. O Brasil produz 3 milhões de toneladas e exporta 600 mil toneladas de carnes suínas. Dentro desse cenário está Santa Catarina, que produz 750 mil toneladas e exporta 170 mil toneladas de carnes suínas.
Lanznaster, porém, faz uma ressalva no que diz respeito ao prazo para a concretização dessas exportações. "Não é imediato. O aumento nas exportações vai ocorrer gradualmente. A partir de agora virão missões comerciais da China para acertar os detalhes, como tipo de corte, por exemplo, e acredito que as primeiras exportações sejam efetivadas lá pelo mês de setembro deste ano", explica.



DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, VISITA OFICIAL, PAÍS ESTRANGEIRO, CHINA, ACORDO, EXPORTAÇÃO, CARNE SUÍNA, CRESCIMENTO, AGROINDUSTRIA, SC, CONGRATULAÇOES.
oculta