CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 017.2.54.O Hora: 10h25 Fase: CP
  Data: 24/02/2012

Sumário

Discussão pelo PMDB do corte de recursos orçamentários destinados à área da Saúde.

O SR. DARCÍSIO PERONDI (PMDB-RS. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, deixei para fazer uma observação daqui, depois de falar da tribuna.
Quero dizer que, na condição de Vice-Líder do PMDB e tendo em vista meu trabalho focado mais na saúde, vou levar para a discussão na Liderança do PMDB - e desde já o convido a participar, com a certeza de que V.Exa. vai me ajudar -, na Liderança do maior partido no Congresso Nacional, o corte que sofreu o orçamento do Ministério da Saúde. E vou fazê-lo focando o fato de que o PMDB, partido que está no Governo, na Vice-Presidência, com nosso extraordinário Michel Temer, com quem também vamos discutir, tem uma marca histórica de defesa da saúde. Foi o PMDB que construiu e defendeu fortemente o SUS nesta Casa, na Constituinte. O PMDB precisa discutir com a bancada e também dentro do Governo - porque nós estamos no Governo - os recursos magros, absolutamente insuficientes, de que dispõe o brilhante, o extraordinário, o esforçado Ministro Padilha.
O PMDB, como maior bancada neste Congresso e parte do Governo, na Vice-Presidência, não pode - ah! não pode - aceitar a linha orçamentária proposta pela área econômica o aprovada pelo Palácio, pois ela sufoca o Ministério da Saúde e aumenta o sofrimento dos brasileiros.
É a defesa que farei dentro do PMDB.
Muito obrigado.
O SR. PRESIDENTE (Mauro Benevides) - Nobre Deputado Darcísio Perondi, V.Exa. faz realmente uma conclamação ao partido que integra, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, diante da situação dramática que se configura em face do corte implacável que incidiu sobre o orçamento da Saúde.
Espero que, diante da conclamação de V.Exa., dirigida à bancada do seu partido, que é também o meu partido - eventualmente exerço a presidência desta sessão -, haja uma repercussão, uma ressonância no âmbito da bancada e com isso se cristalize ainda mais o sentimento de reação à atitude da equipe econômica do Governo que fez com que na área da Saúde nos defrontássemos com um desfalque de 5 bilhões de reais. Se não é tanta a quantia, certamente representa algo de muito positivo sua correta utilização, a cargo do Ministro Alexandre Padilha, que tem desenvolvido um esforço enorme para cumprir os objetivos institucionais inerentes àquela Pasta.
Espero que a manifestação de V.Exa. vá calar fundo no espírito daqueles que têm a responsabilidade de comandar a nossa agremiação no contexto nacional.



CONTIGENCIAMENTO, ORÇAMENTO, SAÚDE PÚBLICA, DISCUSSÃO, LIDERANÇA, PARTIDO POLÍTICO, PMDB.
oculta