CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 393.1.55.O Hora: 17:00 Fase: GE
Orador: JOSÉ GUIMARÃES Data: 15/12/2015




O SR. PRESIDENTE (Gilberto Nascimento) - Do Rio Grande do Sul, vamos ao Ceará. Tem a palavra o Deputado Chico Lopes. (Pausa.)
O SR. JOSÉ GUIMARÃES - Sr. Presidente, o Deputado Chico Lopes não está no plenário.
O SR. PRESIDENTE (Gilberto Nascimento) - Estando ausente o Deputado Chico Lopes, tem V.Exa. a palavra, para falar em nome do Governo e em nome do nosso grande Estado do Ceará.
O SR. JOSÉ GUIMARÃES (PT-CE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, vou usar 2 ou 3 minutos, se V.Exa. me permitir.
Em primeiro lugar, Sr. Presidente, convoco os Deputados para virem ao plenário. Nós fizemos um acordo hoje, na reunião de Líderes, com a maior parte da Oposição e com o Presidente da Casa. Acertamos votar três matérias, com o máximo de consenso: a Medida Provisória nº 690, de 2015, a Medida Provisória nº 692, de 2015, e a PEC dos Precatórios, que interessa a todos os Estados e Prefeituras de capitais.
Estamos dialogando para consolidar os dois relatórios que saíram das Comissões Especiais destinadas a analisar a MP 690 e a MP 692. Qual foi o acordo que nós fizemos? Acordamos votar a MP 690 —vamos trabalhar pelo consenso. O Democratas e o Solidariedade ficaram de dar retorno, mas o PSDB e os Líderes da base já confirmaram o acordo. Em seguida, votaremos a PEC dos Precatórios, referente aos depósitos judiciais, e, depois, a MP 692.
Caso não dê tempo hoje, faremos sessão extraordinária amanhã de manhã, mas essa é a ideia, foi o acordo que nós consolidamos com a maior parte dos Líderes e com o Presidente da Casa.
Então, peço a todos que venham ao plenário, para que a Ordem do Dia seja aberta pelo menos pouco depois das 17 horas, porque a sessão do Congresso Nacional está confirmadíssima para as 19 horas. Essa é a primeira solicitação.
Vejo que está aumentando o quórum. Acho que o Presidente já pode vir ao plenário para iniciar a discussão da matéria.
Segundo, Sr. Presidente, falarei a respeito a uma notícia que penso que interessa a todos os brasileiros e brasileiras, especialmente aos nordestinos. Foi anunciado anteontem em Juazeiro do Norte, no meu Estado, por meio de uma carta do Secretário de Estado do Vaticano, em nome do Papa Francisco, que S.S. acabou de fazer a reconciliação de fé com o Padre Cícero Romão Batista — falo isso porque milito na região e, como católico, tenho devoção por ele.
Todo mundo sabe da história do Padre Cícero e conhece o legado que ele deixou para a região do Cariri, no meu Estado. Houve uma luta grande, dirigida pela Conferência Nacional dosBispos do Brasil — CNBB, pela Igreja Católica do Ceará, especialmente por Dom Fernando e pelos padres e freiras da região do Cariri, para que acontecesse essa reconciliação, que, no domingo, foi anunciada por meio de uma carta.
Trata-se do reconhecimento de um homem que fez história no Ceará e na região do Cariri. O Nordeste todo está em festa, porque tem devoção e reconhece nele um homem de fé, que praticou atos importantíssimos e positivos dentro da Igreja Católica brasileira, especialmente no meu Estado.
Sr. Presidente, depois eu vou entregar essa carta para que seja registrada nos Anais da Casa a importância desse reconhecimento histórico feito pelo Vaticano ao Padre Cícero Romão Batista, de Juazeiro do Norte, na região do Cariri.
Quero cumprimentar a Igreja do Crato; o Bispo do Crato, Dom Fernando Panico; os padres; todos aqueles que fazem a Igreja na região do Cariri e no meu Estado, o Ceará.
Foi uma luta grande. Foi um passo gigantesco para a Igreja dar entrada, num futuro próximo, ao pedido de beatificação do Padre Cícero Romão Batista.
Portanto, quero registrar as minhas homenagens ao povo do Cariri, que está em festa neste momento por esse reconhecimento que o Papa Francisco fez ao Padre Cícero Romão Batista.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Gilberto Nascimento) - Muito bem, Deputado José Guimarães, Líder do Governo nesta Casa.