CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 393.1.55.O Hora: 16:00 Fase: GE
Orador: ASSIS CARVALHO Data: 15/12/2015




O SR. PRESIDENTE (Mauro Pereira) - Passo a palavra ao Deputado Assis Carvalho, do PT do Piauí.
O SR. ASSIS CARVALHO (PT-PI. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, quero sólembrar o saudoso Paulo Francis, que já anunciava que, desde os anos 80, a roubalheira na PETROBRAS era imensa. No lançamento de seu livro, Fernando Henrique Cardoso reconhece que, nos anos 90, já conhecia a roubalheira na PETROBRAS. A diferença é que havia o engavetador-geral da República, com a conivência do Ministério Público, que não investigava nada. Então, isso é para poder restabelecer a verdade, para não estarem aqui a toda hora reiterando mentiras e mais mentiras.
Palmas para o Presidente Lula e para a Presidente Dilma, porque, agora, as coisas são investigadas, e têm que ser investigadas. Infelizmente, antes, não era assim.
Sr. Presidente, também quero fazer um chamamento em defesa da democracia. Amanhã, dia 16, todos os brasileiros que respeitam a Constituição, que não são golpistas, precisam dar um exemplo de cidadania. Aqueles que se dizem a favor da democracia querem se opor até ao fato de sindicato convocar professores. Quero dizer com toda a clareza: sindicato de Brasília vai convocar professor, sim! Os sindicatos de Brasília e de todo o Brasil sabem muito bem como era a educação na época em que a Direita estava no Governo; como era a situação das universidades federais, que estavam sendo privatizadas; qual era a situação da Caixa Econômica Federal, que estava sendo privatizada, e a do Banco do Brasil, que estava sendo privatizado.
Então, é por isso que os sindicatos não querem perder o que conquistaram. O povo pobre deste País sabe como era a sede, Deputado Chico Lopes, lá no Nordeste. Agora, com a transposição do São Francisco, são 12 milhões de brasileiros que têm água e antes não tinham. No meu Piauí, eram 800 mil pessoas que não tinham energia elétrica e agora têm.
É por isso que a Direita fica desesperada quando os humildes deste País se unem em defesa da democracia e daquilo que nós conquistamos nos últimos anos.
Portanto, Sr. Presidente, quero dizer às pessoas que defendem a democracia: vamos à rua dar o exemplo! Aliás, na verdade, elas deram o exemplo no último domingo: não foram à rua para defender golpe.
Era isso que eu tinha a dizer.
O SR. PRESIDENTE (Mauro Pereira) - Muito obrigado, Deputado Assis Carvalho, do PT do Piauí.