CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 393.1.55.O Hora: 14:40 Fase: PE
Orador: VALMIR ASSUNÇÃO Data: 15/12/2015




O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Concedo a palavra ao Deputado Valmir Assunção, por 1 minuto.
O SR. VALMIR ASSUNÇÃO (PT-BA. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero registrar que, no último domingo, participei de um encontro em Senhor do Bonfim, que contou com a presença do Presidente do PT no Município, Carlos Brasileiro, e também do Presidente do PT da Bahia, Everaldo Anunciação. Mais de 500 militantes do Partido dos Trabalhadores estavam lá, junto com militantes de outros partidos — eramem torno de dez partidos —, construindo um programa de governo, debatendo com a sociedade, estabelecendo as diretrizes desse programa, que é importante para todos nós.
Eu quero também registrar a posição do Conselho de Ética no dia de hoje, em que se deu continuidade ao processo contra o Deputado Eduardo Cunha. É uma posição importante para a democracia, para a instituição, para esta Casa, para o povo brasileiro.
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Muito obrigado, nobre Deputado.

PRONUNCIAMENTOS ENCAMINHADOS PELO ORADOR

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no último domingo, estive no Município de Senhor do Bonfim para participar de um encontro do PT, com a presença do pré-candidato a Prefeito Carlos Brasileiro, do Partido dos Trabalhadores, e membros do PT da Bahia. Discutimos os pontos fundamentais para o pleno desenvolvimento do Município, focando já no pleito de 2016. Debatemos o aprimoramento de programas e projetos nos setores de saúde, educação e acesso a políticas sociais.
Esse evento consolidou o nome de Brasileiro como pré-candidato a Prefeito e fortaleceu o PT na região. Reunimos a militância e vamos seguir fortalecendo o partido no interior da Bahia, visando justamente ao pleito do ano que vem.
O encontro contou com a participação do Presidente do PT da Bahia, Everaldo Anunciação, do Secretário de Relações Institucionais da Bahia, Josias Gomes, do titular da pasta de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, do Dirigente Estadual do MST Evanildo Costa, do Secretário de Finanças do partido, Murilo Brito, além de Ivan Alex e Cícero Monteiro, da Assessoria Especial do Governador Rui Costa.
Quero parabenizar todo o PT local pela preparação tão antecipada, com objetivos tão importantes, que incluem a participação popular na elaboração de propostas que ajudem no crescimento econômico e social do Município.
Sr. Presidente, gostaria que este discurso fosse divulgado pelo programa A Voz do Brasil e pelos meios de comunicação da Casa.
Muito obrigado.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, nesta terça-feira, a democracia começa a reagir aos incessantes golpes promovidos pelo Deputado Eduardo Cunha e toda a Oposição que se aliou a ele em uma tentativa de golpe. Quando ninguém mais tinha dúvidas acerca dos esquemas de corrupção e uso indevido do cargo de Presidente da Câmara, a Polícia Federal cerca a sua residência em Brasília e no Rio de Janeiro, entra no gabinete oficial da Câmara, onde apreende documentos e atéos celulares de Eduardo Cunha.
E agora, no fim da manhã, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou, por 11 votos contra 9, a admissibilidade do processo contra Eduardo Cunha. Agora estáaberto o caminho que leva à cassação do mandato deste Parlamentar que, infelizmente, não honra com a democracia, não honra o sistema representativo e virou o principal inimigo do povo brasileiro.
É salutar, portanto, o afastamento do Deputado Eduardo Cunha da Presidência desta Casa. O processo precisa ter lisura, e temos experiências que mostram que o Presidente da Casa não hesita em usar seu cargo em benefício próprio.
Vamos ver se a Oposição, que se aliou a Cunha para promover um golpe àdemocracia, ainda vai ter coragem de defendê-lo perante o País. Nossa tarefa primeira é derrotar o golpe e retomar a normalidade democrática.
Por isso, o povo vai às ruas amanhã. Falo de povo, dos movimentos sociais organizados, de quem sabe muito bem o que significa abrir precedentes contra a democracia, sem perder de vista as críticas que fazem ao Governo, principalmente no que tange à política econômica.
Sairemos às ruas com a Frente Brasil Popular, com a Frente do Povo Sem Medo, para defender, sim, o mandato da Presidenta Dilma na sua legalidade democrática, mas levaremos as reivindicações por pautas urgentes, como a democratização da comunicação, a reforma agrária e urbana, pela defesa dos direitos dos trabalhadores.
A hora é esta. Vamos nos levantar contra o golpismo. Vamos mostrar o nosso rosto e defender o que conquistamos com muita luta.
Sr. Presidente, gostaria que este discurso fosse divulgado pelo programa A Voz do Brasil e pelos meios de comunicação da Casa.
Muito obrigado.