CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 393.1.55.O Hora: 18:42 Fase: OD
Orador: PROFESSOR VICTÓRIO GALLI Data: 15/12/2015


O SR. PROFESSOR VICTÓRIO GALLI
(Bloco/PSC-MT. Pronunciamento encaminhado pelo orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero, em primeiro lugar, nesta tarde, agradecer mais uma vez ao povo mato-grossense, que me confiou este mandato.
A minha vinda a esta tribuna tem o condão de expressar o meu posicionamento quanto ao processo de impeachment da Sra
. Presidente da República, Dilma Rousseff.
É preciso ficar bem claro que não me alegro com os fracassos, tampouco com as desgraças dos outros, mas tenho que ter posição firme para com o meu eleitorado e dizer para eles de que lado estou — não posso ficar em cima do muro!
Do ponto de vista legal e constitucional
, não há que se falar em golpe nem deixar de admitir o devido processo legal do pedido de impeachment. Na minha visão, o processo é legitimo. Portanto, precisamos dar prosseguimento à análise do impedimento para que todos os colegas Parlamentares mostrem as suas caras e ratifiquem seus compromissos com os seus eleitorados.
Ontem à noite protocolei ofício ao meu Líder de bancada
, Deputado André Moura, pedindo que me indicasse para compor a Comissão Especial que analisará o pedido de impeachment aqui na Câmara dos Deputados.
Sempre me posicionei a favor do impeachment, por entender que as pedaladas fiscais constituem crime de responsabilidade e uma falta grave por parte da Presidente Dilma Rousseff. O Brasil está parado, precisamos dar um basta à estagnação política e econômica que estamos vivendo. É preciso que o Estado saia restabelecido, que as instituições se fortaleçam e que
, acima de tudo, o povo brasileiro seja o maior vencedor.
Por todo exposto, peço que registrem o meu pronunciamento nos meios de comunicação da Câmara dos Deputados.