CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 393.1.55.O Hora: 14:24 Fase: PE
Orador: VALMIR ASSUNÇÃO Data: 15/12/2015




O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Com a palavra o Deputado Valmir Assunção. S.Exa. dispõe de 1 minuto.
O SR. VALMIR ASSUNÇÃO (PT-BA. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero fazer dois registros importantes.
O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra da Bahia está fazendo os preparativos do encontro estadual que vai se realizar em janeiro. No momento, estão sendo realizados os encontros regionais.
Na última sexta-feira, participei de um encontro importante em Vitória da Conquista. Estive com o Dirigente Nacional do MST Evanildo Costa e com Márcio Matos, que é grande liderança de Vitória da Conquista, além de diversas lideranças dos assentamentos e de Vereadores. Foi um evento muito importante.
Estive também em Juazeiro, participando de um encontro do MST, juntamente com o Sr. Everaldo, Presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia. Foi também um encontro importante, que fortalece justamente o MST naquela região.
Quero fazer esses dois registros, pela importância que tem o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na construção da reforma agrária, na democratização do acesso à terra. Isso éfundamental para o desenvolvimento do País.

PRONUNCIAMENTOS ENCAMINHADOS PELO ORADOR

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no último sábado, dando continuidade ao conjunto de encontros regionais promovidos pelo MST na Bahia, estive em Vitória da Conquista para o encontro da Regional Sudoeste do MST. Na oportunidade, debatemos a atual conjuntura à exaustão e fomos unânimes em considerar comoproblema de extrema gravidade as manobras realizadas pelo Deputado Eduardo Cunha, que afetam diretamente a nossa democracia.
Infelizmente, os partidos de oposição ao atual Governo Federal estão todos de braços dados com Cunha, compartilhando da mesma peça teatral. Na verdade, o que acontece é que eles estão tentando desvirtuar as operações para salvar Cunha ou apenas retardar a sua cassação, por quebra de decoro, por ter recebido propina, por ter contas na Suíça — a vida pregressa de Cunha é marcada pela época de Collor, quando ele foi nomeado para a TELERJ, indicado por PC Farias —, além de sonegação fiscal e de ligação com fraudes em licitações.
É uma pessoa dessa que quer julgar a Presidente Dilma, que não tem nada, absolutamente nada contra ela.
Esse processo de impeachment é uma distração para eles, pois não tem fundamento algum. Querem quebrar o País com a instabilidade política, detonando a economia e afastando os investidores.
Não há como ficar ao lado de uma pessoa com uma ficha dessas. E a Oposição segue firme ao lado dele. As manobras e golpes desses políticos já mostraram o desespero com que estão cometendo atrocidades regimentais e atécerceando o direito de Parlamentares.
Nós também debatemos a situação da reforma agrária no País. Este foi mais um ano em que a obtenção de terras para novos assentamentos deixou a desejar.
A Bahia é um dos Estados brasileiros com maior número de acampados e essa morosidade afeta diretamente a vida das pessoas que lutam para ter terra para trabalhar. Apostamos na mobilização popular para exigir do poder público a democratização da terra, e é assim que o MST da Bahia se prepara para 2016.
Sr. Presidente, gostaria que este discurso fosse divulgado pelo programa A Voz do Brasil e pelos meios de comunicação da Casa.
Muito obrigado.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, participei, em Juazeiro da Bahia, do XVI Encontro Regional do MST – Norte da Bahia, realizado no Instituto Federal da Bahia — IFBA, campus Juazeiro. Cerca de 300 pessoas de diversos Municípios avaliaram as ações desenvolvidas pelo MST ao longo deste ano de 2015 e planejaram as atividades do MST para o ano de 2016.
Estiveram presentes ao encontro: Mário Jacó e Mauro Macedo, do Centro de Assessoria do Assuruá — CAA de Irecê; Beto Galego, representando o Prefeito de Sobradinho; Luís Vicente; Jailzon Sena, Diretor Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Município de Juazeiro; Areta Borges, assistente social; e o Vereador Tiano Félix, do PT.
Além de análises de conjuntura, o MST do norte da Bahia tem o desafio de formar seus militantes e promover a produção cada vez maior de alimentos saudáveis. O acesso aos mercados institucionais de comercialização da produção agropecuária, oriundas de áreas de reforma agrária também foi objeto de debate.
Parabenizo todo o MST da região por esta importante atividade, certo de que 2016 será um ano de muitas conquistas para os trabalhadores e as trabalhadoras sem terra.
Sr. Presidente, gostaria que este discurso fosse divulgado pelo programa A Voz do Brasil e pelosmeios de comunicação da Casa.
Muito obrigado.