CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 386.1.55.O Hora: 15:14 Fase: PE
Orador: CHICO LOPES Data: 09/12/2015




O SR. PRESIDENTE (Alberto Fraga) - Concedo a palavra ao nobre Deputado Chico Lopes.
O SR. CHICO LOPES (PCdoB-CE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu gostaria que a imprensa, a Justiça e tudo isso de que nós temos necessidade fossem igualitárias.
Veja aqui:
Cerveró diz que Delcídio recebeu propina no Governo FHC, diz jornal.
O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveróteria dito a procuradores, quando negociava sua delação premiada, que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) recebeu propina de US$10 milhões da multinacional Alstom durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), entre 1999 e 2001, afirma reportagem publicada na edição desta quarta-feira do jornal Folha de S.Paulo.
Na época, Cerveró era um dos gerentes da diretoria de Óleo e Gás da Petrobras, comandada por Delcídio. O pagamento de propina ocorreu na compra de turbinas para uma termelétrica que seria construída no Rio, a TermoRio, por US$550 milhões,afirma a reportagem, acrescentando que a Petrobras tinha pressa em construir termoelétricas por causa do apagão que ocorreu no governo FHC entre 2001 e 2002.
O repasse dos US$10 milhões a Delcídio teria sidofeito por meio do lobista Afonso Pinto Guimarães, responsável pelos interesses da Alstom no Rio, segundo o relato de Cerveró. (...)
Eu fico impressionado com essas coisas. Apreenderam meia tonelada de cocaína de um Senador aqui, mas não dizem se é segredo de Justiça, não dizem o que está acontecendo; agora, qualquer coisa do lado de cá a imprensa faz a divulgação, o que eu acho normal, democrático. Mas e a meia tonelada de cocaína apreendida? Dá para quantos cabras cheirarem? Dá para o Rio de Janeiro todinho. Imagine só um Senador?
Portanto, gostaria que isso também fosse apurado, porque aqui é um petista com bico grande.
O SR. PRESIDENTE (Alberto Fraga) - Obrigado.