CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 276.1.53.O Hora: 18h22 Fase: BC
  Data: 08/10/2007

Sumário

Defesa da aprovação do Projeto de Lei 1.990, de 2007, sobre o reconhecimento formal de centrais sindicais.




O SR. PRESIDENTE (Manato) - Concedo a palavra ao nobre Deputado João Dado, engenheiro civil, contador, agente fiscal de renda do Estado de São Paulo, que tão bem exerce o seu segundo mandato de Deputado Federal pelo PDT de São Paulo. S.Exa. dispõe de 3 minutos na tribuna.
O SR. JOÃO DADO (Bloco/PDT-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, venho a esta tribuna para homenagear os sindicalistas que, mais uma vez, promovem intensa mobilização nesta Câmara dos Deputados, tendo em vista a tramitação do Projeto de Lei n.º 1.990, de 2007. Eu vejo as nossas galerias repletas de sindicalistas vestindo a camiseta da Força Sindical, da CUT e das demais centrais sindicais, propugnado pela aprovação do referido projeto de lei.
Tive a honra de ser Relator da matéria, na Comissão de Finanças e Tributação, onde contamos com a orientação dos Deputados Paulo Pereira da Silva, Presidente da Força Sindical; Vicentinho, que tanto honra a história do sindicalismo neste País; Roberto Santiago, Vice-Presidente de uma das nossas centrais sindicais; e Cláudio Magrão, que também integra a liderança sindical.
Convencemos nossos pares, na Comissão de Finanças e Tributação, de que o acordo concretizado entre o Governo Federal e todas as centrais, num momento único da história sindical do País, leva à valorização das nossas centrais, que já vêm prestando relevantes serviços e promovendo intensas negociações junto ao Governo Federal em benefício dos trabalhadores do País, mesmo não estando ainda legalizadas.
Assim, homenageamos cada um dos senhores que hoje estiveram em Brasília.
Na audiência que tivemos há pouco com o Presidente desta Casa, Deputado Arlindo Chinaglia — S.Exa. foi sindicalista ao longo de muitos anos de sua vida, além de Presidente da CUT e Presidente do Sindicato dos Médicos no Estado de São Paulo —, que se declarou absolutamente favorável a essa causa, que é também a causa de todos os que hoje aqui estão mobilizados, para aprovação do Projeto nº 1.528, de 1989. Esse projetoestabelece em seu texto o Projeto nº 1.990, de 2007, resultado desse acordo entre Governo e centrais sindicais.
Nós, do PDT, cujo Líder Miro Teixeira tem uma história toda vinculada à defesa do trabalhismo e do trabalhador brasileiro, somos francamente favoráveis a esse projeto, na forma como foi negociado com o Governo Federal.
Muito obrigado, Sr. Presidente.


PROJETO DE LEI, RECONHECIMENTO, CENTRAL SINDICAL, REPRESENTAÇÃO, TRABALHADOR, ÂMBITO NACIONAL, APROVAÇÃO, DEFESA, SINDICALISTA, PRESENÇA, PLENÁRIO, SAUDAÇÃO.
oculta