CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 237.1.53.O Hora: 14h22 Fase: PE
  Data: 12/09/2007

Sumário

Apoio ao Projeto de Lei nº 970, de 2007, sobre a impressão de voto eletrônico.




A
SRA. JANETE CAPIBERIBE (Bloco/PSB-AP. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, a Câmara Federal dos Estados Unidos estápara votar o projeto de lei que obriga a impressão do voto pelas urnas eletrônicas. Esse projeto é idêntico ao PL nº 970/2007, de minha autoria, que tramita nesta Casa. O comprovante será conferido pelo eleitor,e, sendo igual ao voto digitado, será depositado em urna lacrada para permitir a auditoria da votação eletrônica. O voto eletrônico não será substituído, mas materializado — escrito ou impresso —para conferência do eleitor, antes de ser computado pela máquina de votar. A apuração dos votos será auditada por sorteio de 3% das urnas eletrônicas. Caso haja diferença, serão recontados todos os votos da seção eleitoral, para então ser ratificado o resultado. Hoje a conferência e a recontagem de votos não são possíveis.
Meu projeto está na Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática, e foi adotado pela Subcomissão Especial de Segurança do Voto Eletrônico. Sua aprovação aperfeiçoaria o sistema brasileiro de votação, dando-nos a certeza de que nosso voto será computado para quem realmente votamos.
Peço, Sr. Presidente, a divulgação deste pronunciamento pelos órgãos de comunicação desta Casa.
Muito obrigada.


PROJETO DE LEI, ALTERAÇÃO, LEI DA ELEIÇÕES, NORMAS, URNA LEITORAL, VOTAÇÃO ELETRÔNICA, VOTO, CONFERÊNCIA, ELEITOR, IMPRESSÃO, CONFIRMAÇÃO, APROVAÇÃO, DEFESA.
oculta