CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com reda����o final
Sessão: Hora: Fase:
Orador: Data:




O SR. ZÉ GERALDO - Sr. Presidente, peço a palavra pela ordem.
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Tem V.Exa. a palavra.
O SR. ZÉ GERALDO (PT-PA. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no Estado do Pará, as 2 maiores rodovias federais foram interditadas ontem e hoje por vários manifestantes que reivindicam sua urgente recuperação, já que estamos a 90 dias do período chuvoso. As lideranças que promovem aquele movimento podem provocar desgaste ao Governo Lula, mas, pelo menos, vão conseguir chamar sua atenção.
As rodovias daquela região, principalmente a Transamazônica, estão abandonadas há muitos anos. Vimos discutindo, com o Governo, a necessidade de liberar recursos para as obras levando em consideração a questão climática. A maioria dos Estados da região amazônica não pode recebê-los em novembro ou dezembro. A licitação para a construção de uma ponte, por exemplo, demora de 90 a 100 dias. Se os recursos forem liberados em setembro e outubro, ao término da licitação já chegará o período chuvoso.
Tenho certeza de que, a partir do próximo ano, nosso Governo terá a capacidade e a inteligência de liberar recursos para as obras na Amazônia levando em conta os 6 meses de chuva e os 6 meses de sol. Como se vai liberar dinheiro para recuperar 1.000 quilômetros de rodovia em novembro ou dezembro? É o que tem acontecido ao longo de anos. Ou os recursos não são aplicados ou são mal aplicados e vão pelo ralo.
Vou continuar batendo nessa tecla e já levantei essa bandeira na Casa. Conversei com o Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão e, ontem, com o Presidente Nacional do meu partido, José Genoíno, sobre o assunto. É preciso que o Ministério dos Transportes envie urgentemente à Comissão Mista de Orçamento projeto de lei no valor de 28 milhões para que recebamos esse dinheiro lá pelo mês de novembro e, a partir daí, o apliquemos com rapidez. E que, no próximo inverno, de janeiro a julho — inverno na região amazônica significa chuvas —, não haja mais de 1 milhão de pessoas prejudicadas pela mais completa intrafegabilidade das rodovias.
É justa aquela manifestação, mas ressalto que, todos os dias, vou ao Ministério dos Transportes para reiterar ao Governo Federal a necessidade de que os 28 milhões aprovados para a BR-230, no Estado do Pará, sejam liberados e aplicados atéjaneiro, dando tranqüilidade ao povo daquela região, assim como os recursos destinados à Belém—Brasília, uma das rodovias que ligam o restante do País a Belém, Capital do Estado.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Vou encerrar a votação.
Solicito àqueles que ainda não votaram que registrem seus votos.
O SR. PASTOR REINALDO - Sr. Presidente, peço a palavra pela ordem.
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Tem V.Exa. a palavra. 
O SR. PASTOR REINALDO (PTB-RS. Pela ordem. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, com muita alegria venho a esta tribuna para falar sobre vitórias e conquistas.
Nesta data, 1º de outubro, a Igreja do Evangelho Quadrangular de Campo Comprido, na cidade de Curitiba, Paraná, está em festa, em louvor e agradecimento a Deus por muitas bênçãos recebidas. Comemoram-se, neste dia, 10 anos de construção da Catedral, 38 anos de fundação da Igreja naquele bairro e 26 anos do programa radiofônico Cadeia da Prece.
A Igreja do Evangelho Quadrangular de Campo Comprido, com sede na Rua João Dembinski, 172, tem como líder o Pastor Rogério Amorim, que, no ano de 1983, chegou àquele bairro com o objetivo de falar do Evangelho do Senhor Jesus Cristo e de realizar um trabalho que atendesse às necessidades das pessoas daquela comunidade.
São 20 anos de muito trabalho e com muitos frutos colhidos. Ao longo deles, milhares de pessoas foram atendidas pela Igreja do Evangelho Quadrangular através dos inúmeros programas desenvolvidos, muitos deles voltados para os jovens, crianças e adolescentes. O trabalho com idosos e com a família também é conhecido por todos os moradores do bairro e por toda a cidade de Curitiba.
Falar da Igreja do Evangelho Quadrangular de Campo Comprido não é difícil. A Igreja é conhecida por seu trabalho arrojado e ousado, em que desenvolve múltiplos ministérios. Todos que chegam àquela comunidade têm garantidos espaço e participação ativa em seus cultos e cerimônias.
A música se faz presente através do ministério de louvor, com bandas, corais e cantos individuais. A dança faz parte de toda e qualquer cerimônia no templo, através de grupos de coreografias que acreditam e pregam que através da dança é possível adorar a Deus.
Conhecida por seu trabalho com os surdos, a Igreja desenvolve ministério com deficientes auditivos, promovendo cursos de LIBRAS — Língua Brasileira de Sinais, formando e treinando pessoas para trabalharem com essa clientela tão especial. Os intérpretes estão presentes em todos os cultos e eventos realizados pela Igreja, proporcionando condições aos não-ouvintes para que deles participem.
Uma grande festa será realizada para a comemoração de tantas vitórias, iniciando-se com um culto de celebração e ação de graças a Deus. O culto contará com a presença do Presidente do Conselho Nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular, Pastor Mário de Oliveira, que se faz presente.
Assim, Sr. Presidente, é importante que fique registrada nos Anais da Casa a comemoração dos 10 de construção da bela catedral de Campo Comprido, dos 38 anos de fundação da Igreja naquele bairro, dos 20 anos de ministério do Pastor Rogério Amorim naquela comunidade e dos 26 anos de existência do programa Cadeia da Prece.
Quero cumprimentar todos os membros daquela Igreja pelo trabalho que desenvolvem e o líder Rogério Amorim pelos 20 anos de dedicação à obra divina, levando a todos a Palavra de Deus.
Sr. Presidente, solicito que meu pronunciamento seja divulgado nos órgãos de comunicação da Casa.
Era o que tinha a dizer.
Muito obrigado.