CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: Hora: Fase:
Orador: Data:




O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Valmir Prascidelli.
O SR. VALMIR PRASCIDELLI (PT-SP) - Sr. Presidente, o nosso País está sendo destruído, os trabalhadores estão perdendo direitos. Por isso, eu voto favoravelmente à continuidade das investigações e contra esse relatório do PSDB, que protege o Temer, a corrupção e quer destruir o nosso País.
Voto contra o relatório do PSDB.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Valmir Prascidelli: voto não. Total de votos: 103 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Vanderlei Macris.
O SR. VANDERLEI MACRIS (PSDB-SP) - Sr. Presidente, ésimples: neste País ninguém está acima da lei, do mais humilde ao mais poderoso. É um novo Brasil. Eu defendo a investigação, Sr. Presidente, até para que ele possa se defender.
Minha votação é pelo relatório, na posição contrária, não e sim às investigações.
Muito obrigado.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Vanderlei Macris: voto não. Total de votos: 104 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Vicente Cândido.
O SR. VICENTE CANDIDO (PT-SP) - Sr. Presidente, em respeito ao povo de São Paulo e pela dignidade do povo brasileiro, eu voto contra o relatório do PSDB. Voto não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Vicente Cândido: voto não. Total: 105 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Vicentinho.
O SR. VICENTINHO (PT-SP) - O que está em jogo neste momento são os interesses da minha classe, a classe trabalhadora, do meu povo quilombola, que está ameaçado no Supremo Tribunal Federal, por uma ADIN do DEM, aqui desta Casa, dos homens do campo, das mulheres, dos jovens. Estão ameaçando os direitos do nosso povo.
Eu queria chamar a atenção do Michel Temer. Ele não é inocente? Então, enfrente a investigação e prove a sua inocência.
O meu voto é não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Vicentinho: voto não. Total de votos: 106 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Vinicius Carvalho.
O SR. VINICIUS CARVALHO (PRB-SP) - Sr. Presidente, o meu voto é sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Vinicius Carvalho: voto sim. Total: 135.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Vitor Lippi.
O SR. VITOR LIPPI (PSDB-SP) - Sr. Presidente, eu tenho sido e continuarei favorável às reformas que o Presidente Temer tem mandado para esta Casa para melhorar este País, para a retomada da economia e para a volta dos empregos, que a população tanto espera. No entanto, o meu voto é não. Sou contra o parecer do PSDB.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Vitor Lippi: voto não. Total de votos: 107 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Walter Ihoshi.
O SR. WALTER IHOSHI (PSD-SP) - Sr. Presidente, pela estabilidade, pelo avanço das reformas, o meu voto é sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Walter Ihoshi: voto sim. Total: 136.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Gilberto Nascimento. (Pausa.) Ausente.
O SR. RÔMULO GOUVEIA -Deputado Gilberto Nascimento: ausente. Total: 11 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Maranhão.
Deputado Aluisio Mendes.
O SR. ALUISIO MENDES (Bloco/PODE-MA) - Sr. Presidente, da mesma forma que votei contra o afastamento da Presidente Dilma, por acreditar que somente eleições diretas e livres representam a vontade da população, eu voto sim, pelo relatório.
O SR. GIACOBO - Deputado Aluisio Mendes: voto sim. Total: 137.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado André Fufuca.
O SR. ANDRÉ FUFUCA (Bloco/PP-MA) - Pela estabilidade política e econômica do meu País, não para inocentar, mas para que o Presidente seja investigado e julgado após o término do seu mandato e, em respeito à orientação partidária do Partido Progressista, voto sim.
O SR. GIACOBO - Deputado André Fufuca: voto sim. Total: 138.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Cleber Verde.
O SR. CLEBER VERDE (PRB-MA) - Sr. Presidente, a denúncia que ora analisamos, primeiro, não apresenta provas concretas baseadas no que foi encaminhado pelo Ministério Público.
Segundo, o colegiado técnico desta Casa, que é a CCJ — Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania —, já afastou essa denúncia.
Eu sou membro desta Comissão, votei contra esta denúncia e, portanto, acompanho o relatório que foi vitorioso na Comissão. Voto, portanto, sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Cleber Verde: voto sim. Total: 139.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Deoclides Macedo.
O SR. DEOCLIDES MACEDO (PDT-MA) - Sr. Presidente, a favor do Brasil, pela autorização do prosseguimento da denúncia perante o Supremo Tribunal Federal, não ao relatório.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Deoclides Macedo: voto não. Total: 108 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputada Eliziane Gama.
A SRA. ELIZIANE GAMA (PPS-MA) - Sr. Presidente, em nome do nosso povo simples, honesto e trabalhador, contra a corrupção em nosso País, e, sobretudo, porque ninguém estar acima da lei, eu voto não ao Temer.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputada Eliziane Gama: voto não. Total de votos: 109 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Hildo Rocha.
O SR. HILDO ROCHA (PMDB-MA) - Sr. Presidente, eu voto a favor do relatório da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, que diz claramente que a denúncia do Rodrigo Janot é inepta, carregada de vontade política e quer desestabilizar o nosso País.
Pela estabilidade do nosso País eu voto sim pelo relatório do Deputado Paulo Abi-Ackel.
O SR. GIACOBO - Deputado Hildo Rocha: voto sim. Total: 140 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado João Marcelo Souza.
O SR. JOÃO MARCELO SOUZA (PMDB-MA) - Presidente, eu voto com o Relator, meu voto é sim.
O SR. GIACOBO - João Marcelo Souza: voto sim. Total: 141 votos.
O SR. PRESIDENTE(Rodrigo Maia) - Deputado José Reinaldo.
O SR. JOSÉ REINALDO (PSB-MA) - Sr. Presidente, voto sim.
O SR. GIACOBO - Deputado JoséReinaldo: voto sim. Total: 142 votos.
O SR. PRESIDENTE(Rodrigo Maia) - Deputado Junior Marreca.
O SR. JUNIOR MARRECA (PEN-MA) - Sr. Presidente, nós temos de parar de brincar de trocar Presidente como se troca de roupa. Eu voto sim ao relatório.
O SR. GIACOBO - Deputado Junior Marreca: voto sim. Total: 143 votos.
O SR. PRESIDENTE(Rodrigo Maia) - Deputado Juscelino Filho.
O SR. JUSCELINO FILHO (DEM-MA) - Sr. Presidente, pela retomada econômica do nosso País, pela estabilidade, voto sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Juscelino Filho: voto sim. Total: 144.
O SR. PRESIDENTE(Rodrigo Maia) - Deputada Luana Costa.
A SRA. LUANA COSTA (PSB-MA) - Votei contra a reforma trabalhista e a favor do trabalhador do Brasil. Eu voto contra a reforma da Previdência e a favor do aposentado do nosso País. Eu acredito que a justiça deva ser igual para homens e mulheres do nosso País, independente de sua posição social. Por isso, eu voto não ao relatório.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputada Luana Costa: voto não. Total de votos: 110 votos não.
O SR. PRESIDENTE(Rodrigo Maia) - Deputado Pedro Fernandes.
O SR. PEDRO FERNANDES (Bloco/PTB-MA) - Sr. Presidente, só o Poder Legislativo tem o poder político. Eu acho que, com esse poder político, nós podemos dar uma trégua na crise política deste País. Por isso, Sr. Presidente, o Brasil não aguenta ter Presidente de plantão. Eu voto sim ao relatório.
O SR. GIACOBO - Deputado Pedro Fernandes: voto sim. Total: 145 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Rubens Pereira Júnior.
O SR. RUBENS PEREIRA JÚNIOR (PCdoB-MA) - Sr. Presidente, há mala cheia de dinheiro, há vantagem indevida com ilícito na PETROBRAS, há conluio com Rocha Loures, há o crime de corrupção passiva. Afinal de contas, se uma mala cheia de dinheiro não for motivo suficiente para se processar alguém, o que mais seria? O processo não atrapalha o Brasil! O que atrapalha o Brasil é a corrupção e a impunidade!
É por isso que eu voto pelo prosseguimento da denúncia. Voto não.
Fora, Temer!
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Rubens Pereira Júnior: voto não. Total: 111 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Sarney Filho.
O SR. SARNEY FILHO (PV-MA) - Sim, com o parecer da Comissão de Constituição e Justiça.
O SR. GIACOBO - Deputado Sarney Filho, do PV do Maranhão: sim. Total: 146.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Victor Mendes.
O SR. VICTOR MENDES (PSD-MA) - Sr. Presidente, o Presidente Temer será investigado mais à frente.
Essa denúncia se baseou no art. 317 do Código Penal. Só que a corrupção não foi praticada por ele. O Ministério Público não conseguiu mostrar. Quem pegou o dinheiro está... Essa denúncia se baseou em ilação, em suposição.
Afastar um Presidente, desestabilizar um país com base em suposição é frágil.
Por isso, eu voto sim ao relatório.
O SR. GIACOBO - Deputado Victor Mendes, do PSD do Maranhão: sim. Total: 147 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Waldir Maranhão.
O SR. WALDIR MARANHÃO (Bloco/PP-MA) - Sr. Presidente, povo brasileiro, povo do meu querido Estado do Maranhão, o meu voto é pela coerência. Votei contra o impeachment, votei contra o golpe; portanto, não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Waldir Maranhão: voto não. Total de votos: 112 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Weverton Rocha.
O SR. WEVERTON ROCHA (PDT-MA) - Sr. Presidente, estamos num Estado de Direito. Todos têm que se submeter àlei, inclusive o Presidente da República.
Voto contra a reforma trabalhista, contra a reforma da Previdência, contra qualquer retirada de direitos do nosso trabalhador. Acreditamos que o Brasil pode, sim, superar essa crise fazendo a boa política, e a política éfazer a nossa parte. Todo o Parlamento tem que votar, e nós do PDT votamos não ao relatório.
Fora, Temer e diretas já!
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Weverton Rocha vota não. Total de votos: 113 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Zé Carlos.
O SR. ZÉ CARLOS (PT-MA) - Sr. Presidente, pela garantia de que ninguém está acima da lei e de que toda denúncia tem que ser apurada, pela hipocrisia que reina nesta Casa e por Temer na cadeia, eu voto contra esse parecer e pelo prosseguimento.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Zé Carlos vota não. Total de votos: 114 votos não.
O Sr. Rodrigo Maia, Presidente, deixa a cadeira da Presidência, que é ocupada pelo Sr. Fábio Ramalho, 1º Vice-Presidente.

O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Não houve nenhum ausente.
Ceará.
Deputado André Figueiredo.
O SR. ANDRÉ FIGUEIREDO (PDT-CE) - Autorizar a análise dessa denúncia é permitir o devido curso da Justiça. As votações que nós estamos tendo aqui estão transformando esta Casa em um vergonhódromo!
Voto não ao relatório e sim à análise.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado André Figueiredo vota não. Total de votos: 115 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Aníbal Gomes.
O SR. ANÍBAL GOMES (PMDB-CE) - Voto sim, Sr. Presidente.
O SR. GIACOBO - Deputado Aníbal Gomes, sim. Total: 148 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Ariosto Holanda.
O SR. ARIOSTO HOLANDA (PDT-CE) - O Deputado Ariosto Holanda vota não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Ariosto Holanda vota não. Total de votos: 116 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Cabo Sabino.
O SR. CABO SABINO (PR-CE) - Sr. Presidente, eu estou Deputado, mas eu sou policial, e como policial eu jamais posso ser contra uma investigação. Sim à investigação, não ao relatório.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Cabo Sabino, não. Total de votos: 117 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Chico Lopes.
O SR. CHICO LOPES (PCdoB-CE) - Bem, eu fui escolhido pelo povo. Se eu fui escolhido pelo povo, eu tenho que votar pelo povo, que é a maioria, porque o Michel Temer não tem nem 1% de popularidade. Por isso, não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Chico Lopes: voto não. Total de votos: 118 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Danilo Forte.
O SR. DANILO FORTE (PSB-CE) - Sr. Presidente, quando a vítima vira algoz, muitas vezes, ela age pelo ódio. E, agindo pelo ódio, ela não tem capacidade de julgar. Eu me lembro da história de dólares na cueca do assessor do Deputado José Guimarães, quando foi imputada a ele a possibilidade de ser cassado pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Como eu o defendi naquele momento, porque não havia prova para cassá-lo; eu também não posso hoje prejulgar o Presidente da República. Diante disso, eu voto sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Danilo Forte: voto sim. Total: 149 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Domingos Neto.
O SR. DOMINGOS NETO (PSD-CE)- Sr. Presidente, ano passado, muitos nesta Casa defenderam que, para se afastar um Presidente, era necessária grande substância jurídica. Encontramo-nos, mais uma vez, em um momento de afastamento com a denúncia ainda muito mais frágil do que o processo de impeachment. Tenho certeza de que a tentativa de tirar um Presidente cuja investigação prosseguirá ao fim do seu mandato, antecipar essa retirada, será uma incoerência e pode ser chamada até de contragolpe. Contra isso, eu voto sim ao relatório.
O SR. GIACOBO - Deputado Domingos Neto: voto sim. Total: 150 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Genecias Noronha.
O SR. GENECIAS NORONHA (SD-CE) - Sr. Presidente, pela estabilidade econômica e a volta do emprego no nosso Brasil, o meu voto é sim, com o Relator.
O SR. GIACOBO - Deputado Genecias Noronha: voto sim. Total: 151 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputada Gorete Pereira.
A SRA. GORETE PEREIRA (PR-CE) - Pela melhora dos índices da economia, eu voto sim pelo Brasil.
O SR. GIACOBO - Deputada Gorete Pereira: voto sim. Total: 152.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado José Airton Cirilo.
O SR. JOSÉ AIRTON CIRILO (PT-CE) - Sr. Presidente, nós vivemos um momento de extrema tristeza para o nosso País e para o mundo, porque o Brasil se tornou uma potência referência internacionalmente. Infelizmente, contra uma Presidente honesta e correta cometeram um golpe parlamentar. Nós sabemos que nós temos que passar o Brasil a limpo. Para passar o Brasil a limpo é preciso investigar.
Por isso, Sr. Presidente, eu voto contra o relatório porque eu quero a investigação.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado José Airton Cirilo: voto não. Total de votos: 119 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado José Guimarães.
O SR. JOSÉ GUIMARÃES (PT-CE) - Não à reforma da Previdência, não à reforma trabalhista. Pela democracia e dignidade do povo brasileiro, meu voto acompanha 93% dos brasileiros que querem o Fora, Temer ediretas já. Meu voto é não, Sr. Presidente.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado José Guimarães: voto não. Total: 120 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Leônidas Cristino.
O SR. LEÔNIDAS CRISTINO (PDT-CE) - Sr. Presidente, meu voto é para abrir um processo contra o Presidente da República Michel Temer, ou Michel Fora, Temer. Meu voto é não como é o desejo da maioria do povo brasileiro.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Leônidas Cristino: voto não. Total: 121 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputada Luizianne Lins.
A SRA. LUIZIANNE LINS (PT-CE) - Sr. Presidente, primeiramente: Fora, Temer! Pelo povo do meu Ceará, pelo povo brasileiro, contra a reforma da Previdência e para que este País volte a sonhar e a se reencontrar com a esperança, eu voto não ao Presidente golpista Michel Temer.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputada Luizianne Lins: voto não. Total: 122 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Macedo.
O SR. MACEDO (Bloco/PP-CE) - Eu voto como Relator. O meu voto é sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Macedo, do PP do Ceará: voto sim. Total: 153 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Moses Rodrigues.
O SR. MOSES RODRIGUES (PMDB-CE) - Sr. Presidente, eu voto com o Relator: sim.
O SR. GIACOBO - Deputado Moses Rodrigues: voto sim. Total: 154 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Odorico Monteiro.
O SR. ODORICO MONTEIRO (PSB-CE) - Sr. Presidente, contra o congelamento de recursos da saúde por 20 anos, contra a reforma da Previdência e para que o povo participe da solução da grande crise deste País, o meu voto é não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Odorico Monteiro: voto não. Total: 123 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Paulo Henrique Lustosa.
O SR. PAULO HENRIQUE LUSTOSA (Bloco/PP-CE) - Sr. Presidente, voto sim, com a orientação do meu partido.
O SR. GIACOBO - Deputado Paulo Henrique Lustosa: voto sim. Total: 155 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Raimundo Gomes de Matos. (Pausa.) Ausente.
Deputado Ronaldo Martins.
O SR. RONALDO MARTINS (PRB-CE) - Sr. Presidente, eu voto pela abertura da investigação. Voto não.
O SR. RÔMULO GOUVEIA - Deputado Raimundo Gomes de Matos: ausente. Total: 11 ausentes.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Ronaldo Martins: voto não. Total: 124 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Vaidon Oliveira.
O SR. VAIDON OLIVEIRA (DEM-CE) - Sr. Presidente, voto com o meu partido. O meu voto é sim. (Palmas.)
O SR. GIACOBO - Deputado Vaidon Oliveira: voto sim. Total: 156 votos.
O SR. PRESIDENTE (Fábio Ramalho) - Deputado Vitor Valim.
O SR. VITOR VALIM (PMDB-CE) - Sr. Presidente, demais Parlamentares, doa a quem doer, representando o meu Estado do Ceará e cidades como Fortaleza e minha querida Caucaia, eu voto a favor da investigação. Ninguém estáacima da lei!
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Vitor Valim: voto não. Total de votos: 125 votos não.
O Sr. Fábio Ramalho, 1º Vice-Presidente, deixa a cadeira da Presidência, que é ocupada pelo Sr. Rodrigo Maia, Presidente.

O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Ainda pelo Ceará, Deputado Raimundo Gomes de Matos. (Pausa.) Ausente.
Rio de Janeiro.
Deputado Alessandro Molon.
O SR. ALESSANDRO MOLON (REDE-RJ) - Quando cheguei a esta Casa, prometi cumprir e defender a Constituição. As provas de que Temer praticou crimes são indiscutíveis. A Câmara não pode obstruir a Justiça.
Por tudo isso, Presidente, voto não ao relatório que quer engavetar a denúncia.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Alessandro Molon: voto não. Total: 126 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - O Deputado Alexandre Serfiotis está ausente devido ao falecimento do seu pai ontem.
O SR. RÔMULO GOUVEIA - Deputado Alexandre Serfiotis: ausente. Total: 12 ausentes.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Alexandre Valle.
O SR. ALEXANDRE VALLE (PR-RJ) - Sr. Presidente, eu voto sim ao relatório do PSDB. (Palmas.)
O SR. GIACOBO - Deputado Alexandre Valle: voto sim. Total: 157 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Altineu Côrtes.
O SR. ALTINEU CÔRTES (PMDB-RJ) - Sr. Presidente, o Brasil tem milhares de desempregados. O Brasil não aguenta mais guerra. O Brasil precisa de paz na política, de estabilidade na política e da volta dos empregos.
Por isso, eu voto a favor do relatório da CCJ.
O SR. JHC - Deputado Altineu Côrtes: voto sim. Total: 158 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Reinhold Stephanes.
O SR. REINHOLD STEPHANES (PSD-PR) - Sr. Presidente, simbolicamente eu voto sim, porque me atrasei na votação.
Obrigado.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Arolde de Oliveira.
O SR. AROLDE DE OLIVEIRA (PSC-RJ) - Sr. Presidente, lamentando a natureza triste desta matéria, mas coerente com a minha vida política, com o meu comportamento político, eu voto contra o relatório da CCJ.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Arolde de Oliveira: voto não. Total: 127 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Aureo.
O SR. AUREO (SD-RJ) - Sr. Presidente, eu voto favoravelmente ao relatório da CCJ. Voto sim, Sr. Presidente. (Palmas.)
O SR. JHC - Deputado Aureo: voto sim. Total: 159 votos.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputada Benedita da Silva.
A SRA. BENEDITA DA SILVA (PT-RJ) - Sr. Presidente, eu voto com 93% dos brasileiros que querem Fora, Temer e que querem que ele seja investigado.
Este Presidente que desempregou muitos trabalhadores e retirou-lhes direitos e agora quer tirar...
Sr. Presidente, o meu voto é não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputada Benedita da Silva: voto não. Total: 128 votos não.
O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Deputado Cabo Daciolo.
O SR. CABO DACIOLO (Bloco/PTdoB-RJ) - Glória a Deus! Do que adianta o homem ganhar o mundo todo e perder a sua alma?
Pelo povo brasileiro, pela democracia no nosso País, por novas eleições gerais, eu quero falar para os Parlamentares, para a quadrilha que está instalada no Congresso Nacional, eu quero dizer a eles: intervenção federal já!
O meu voto é não.
A SRA. MARIANA CARVALHO - Deputado Cabo Daciolo: voto não. Total de votos: 129 votos não.