CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com reda����o final
Sessão: 157.3.53.O Hora: 12:22 Fase: BC
Orador: OSMAR JÚNIOR, PCDOB-PI Data: 24/06/2009


O SR. OSMAR JÚNIOR
(Bloco/PCdoB-PI. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, cumprimentando-os, desejo, inicialmente, saudar a todos os integrantes desta Casa. Venho aqui hoje, nesta tribuna, registrar os 115 anos de Palmeirais, cidade do meu maravilhoso Piauí. Terra de muitos carnaubais e de gente hospitaleira, Palmeirais, que fica a 108 quilômetros da Capital, Teresina, comemora nesse dia 26 de junho sua emancipação política.
Atendendo convite do Prefeito Márcio Teixeira, meu amigo Marcim, acompanharei a programação festiva, que inclui a inauguração de obras, abertura do festival junino, missas, shows artísticos e a tradicional festa dos vaqueiros. O Prefeito Marcim, aliás, tem realizado uma administração com os pés no chão, sem malabarismos ou mágicas, com responsabilidade e austeridade gerencial. Por isso, em seu nome, quero parabenizar toda a população da cidade e reafirmar o meu firme propósito de servir essa cidade e sua gente.
Destinei uma emenda parlamentar no valor de 200 mil reais para a construção do Ginásio Poliesportivo, um sonho antigo dos palmeirenses. A criação desse centro esportivo vai garantir às crianças e aos adolescentes um espaço próprio para realização de atividades físicas e à comunidade um espaço para lazer e integração. Sabemos da importância de o
Poder Público atender as necessidades do povo dentro de uma perspectiva de futuro, contribuindo com o desenvolvimento social e cultural, promovendo a valorização do ser humano e visando à qualidade de vida da comunidade.
Essa parece ter sido também a ideia do descendente de português e cearense Almir Soares do Nascimento, desbravador do lugarejo que deu lugar ao Município de Palmeirais. À época, a localidade era habitada por alguns silvícolas descendentes da tribo originária de São Gonçalo, pequeno núcleo que pertencia a Amarante. Almir, e, com o seu espírito de liderança, conseguiu impor aos indígenas a orientação de construir um povoado progressista e acima de tudo trabalhador. Ali, no distante ano de 1884, foi instalada uma feira dominical, que atraía moradores de toda a região.
Em 26 de junho de 1884, Porto das Queimadas foi elevado à categoria de vila município, com a denominação de Belém. O então município ganhou e perdeu a autonomia política algumas vezes e, somente no ano de 1933, passou definitivamente a essa categoria. Em virtude da proibição, por lei federal, da duplicidade de nomes das vilas e cidades brasileiras, Belém passou a se chamar Palmeirais no ano de 1943.
É essa bela cidade piauiense, que encontrou na agropecuária a sua principal vocação, que queremos homenagear pela passagem de 115 anos de emancipação política, reafirmando mais uma vez a nossa disposição de contribuir e defender os legítimos anseios do seu povo.
Era o que tinha a dizer.
Está feito o registro, Sr. Presidente.