CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 061.1.53.O Hora: 11h26 Fase: BC
  Data: 10/04/2007

Sumário

Aumento do custo de vida no País. Reajuste do preço do pão francês em 15%. Insuficiência do valor do salário mínimo.




O
SR. NELSON BORNIER (Bloco/PMDB-RJ. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, contrariando todas as expectativas de um novo ano repleto de prosperidade, iniciamos 2007 com os mesmos sintomas do ano passado, comprometendo a economia popular e conduzindo a população a um cenário de desencanto.
Positivo mesmo só o aumento desenfreado do custo de vida, que ameaça inviabilizar um dos segmentos mais sagrados do bom desenvolvimento de um povo, que é a alimentação. Haja vista o que acontecerá com o velho e bom pão francês, que, devido à quebra de safra do trigo, deverá sofrer reajuste de pelo menos 15%.
Não é possível que o Governo insista em criar expectativa entre as populações de baixa renda, que mal sobrevivem com a irrisória quantia representada pelo salário mínimo. Por isso mesmo, lideranças nacionais se manifestaram contra os baixos níveis do salário mínimo, que já deixou de ser mínimo para ser ínfimo.
Concordo plenamente com aqueles que afirmam que o salário mínimo não tem condições de atender as necessidades essenciais de uma família de até 4 pessoas. Até porque salário não é renda, e os índices que servem de parâmetro para a sua fixação estão defasados e muito distantes da realidade.
Não que estejamos pregando sinistros ou o fim das esperanças da classe trabalhadora, mas não podemos deixar de ter em mente que não pode ser considerada estável uma economia com estatísticas manipuladas que não condizem com a realidade.
Neste período devemos concentrar nossas atenções em temas relevantes, como educação, saúde, alimentação e segurança, entre outros, que não podem fugir à ação da representação política.
Esta Casa, que abriga representantes do povo, deve postar-se ao lado dele. Por isso, registramos nosso protesto contra o abuso de poder que se depreende em relação ao mercado alimentício. Que justiça seja feita e não mais se sacrifiquem os suados ganhos da população brasileira.
Era o que tinha a dizer.


CUSTO DE VIDA, PÃO, AUMENTO, SALÁRIO MÍNIMO, INSUFICIÊNCIA, CRÍTICA.
oculta