CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 045.3.55.O Hora: 9h56 Fase: BC
  Data: 23/03/2017

Sumário

Repúdio pelos prejuízos causados à pecuária brasileira com a forma de divulgação midiática de problemas no setor. Pedido ao Governo Federal de auxílio aos produtores com vista à reconquista do mercado internacional. Aplauso à atitude do Governador do Estado do Acre, Tião Viana, de apoio aos empresários da pecuária do Estado.




O SR. PRESIDENTE (Sergio Zveiter) - Tem a palavra o Deputado Angelim.
O SR. ANGELIM (PT-AC. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, manifesto aqui o meu repúdio ao ataque violento e despropositado à pecuária brasileira. Se erros foram detectados, que se punam os responsáveis, mas não podemos generalizá-los para toda a cadeia produtiva brasileira. Não se pode prejudicar um trabalho de décadas feito para colocar a carne brasileira nos principais mercados internacionais. Agora se põe a perder todo esse esforço, por um ato espetaculoso, pelos holofotes, pela busca incessante da mídia, num efeito midiático que só prejudica a jácombalida economia brasileira.
No meu Estado, o Acre, temos um rebanho ainda pequeno, em torno de 3 milhões de cabeças, mas a genética está entre as melhores do Brasil. É um trabalho de décadas, num Estado que é rigoroso do ponto de vista ambiental, mas que tem um grupo de empresários que se adequaram às exigências ambientais. Temos uma pecuária de primeiríssima qualidade e não podemos permitir que os empresários da pecuária do meu Estado sejam penalizados por um ato impensado de alguns que não se conformam em fazer seu trabalho de forma discreta e correta e que estão sempre em busca da mídia, do espetáculo e dos holofotes.
É importante dizer — o Ministério da Agricultura divulgou isso ontem — que navios com carne estão proibidos de chegaraos portos chineses, o que gera um prejuízo em torno de 63 milhões por dia, Sr. Presidente. Esse é o prejuízo que nós começamos a amargar em nosso País, a partir desse ato impensado e policialesco.
Eu quero aqui fazer um apelo para que o Governo Federal — através do Ministério da Agricultura, do Banco do Brasil e dos bancos com linhas de crédito mais acessíveis — possa socorrer essa cadeia produtiva da carne, com linhas de crédito, com apoio e reconquista desses mercados internacionais, para que nós possamos continuar exportando para os mercados consumidores dos produtos deste País.
Nós brasileiros temos a obrigação de acreditar no esforço dos nossos empresários pecuaristas e acreditar que a nossa carne é de excelente qualidade.
Deixo aqui também o meu apoio à atitude do Governador do meu Estado, Tião Viana, que ontem reuniu todos os empresários da pecuária do meu Estado para hipotecar apoio e solidariedade, tendo em vista que a nossa região não teve nenhum frigorífico ameaçado ou fiscalizado. Não podemos permitir que sejamos penalizados também por uma atitude impensada e irresponsável.
Muito obrigado, Sr. Presidente.


AGRONEGÓCIO, ECONOMIA, PREJUÍZO, OPERAÇÃO CARNE FRACA, POLÍCIA FEDERAL, OPERAÇÃO POLICIAL, CORRELAÇÃO, MICHEL TEMER, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, GOVERNO FEDERAL, PROVIDÊNCIAS, EXPECTATIVA. PECUÁRIA, APOIO, TIÃO VIANA, GOVERNADOR, GESTÃO, ELOGIO.
oculta