CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 045.3.55.O Hora: 9h2 Fase: BC
  Data: 23/03/2017

Sumário

Manifestação de pesar pelo falecimento da ex-diretora do Museu Municipal e do Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, do Município de Caxias do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, Maria Clary Frigeri Horn. Aprovação, pela Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei nº 4.302, de 1998, sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros.



 
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Concedo a palavra ao nobre Deputado Mauro Pereira, do PMDB do Rio Grande do Sul.
V.Exa. tem até 2 minutos.
O SR. MAURO PEREIRA (PMDB-RS. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Deputado Carlos Manato, eu gostaria de fazer aqui uma nota de pesar. Morreu na manhã de quinta-feira, dia 16, a ex-Diretora do Museu Municipal e Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, Maria Clary Frigeri Horn, aos 85 anos.
Maria era professora de História e teve participação intensa na área cultural. Ela deixou os filhos Fabiana, Athos Horn Filho, Fernanda e Alexandre, além do marido, Athos, e 11 netos. Maria Frigeri Horn era minha amiga, uma pessoa que lutou muito pelo turismo de minha cidade, Caxias do Sul. Era uma pessoa sempre alegre. Aonde chegava, levava alegria e esperança.
Eu tive o maior orgulho e privilégio de ser amigo dela, assim como ela era amiga também de milhares e milhares de pessoas na cidade de Caxias do Sul.
Então, que Deus a tenha, que ela esteja em bom lugar — com certeza está. A nossa vida é isso. Que a família e os netos se unam cada vez mais, porque era do que ela gostava.
Eu gostaria também de dizer que, na noite de ontem, nós aprovamos a terceirização. É importante deixar bem claro que o que nós aprovamos aqui foi uma lei para modernizar o nosso País, para fazer com que as empresas que já estão trabalhando na área terceirizada, os servidores dessas empresas e as empresas que contratam a mão de obra terceirizada tenham segurança jurídica. Esse é o objetivo.
Nós precisamos gerar emprego. São 13 milhões os desempregados que o PT da Dilma e do Lula deixou. Nós temos que fazer com que o Brasil volte a crescer. Com os nossos concorrentes, como o Paraguai, levando indústrias e empresas para lá, agora temos uma maneira de mostrar para os empreendedores que não precisam sair do Brasil, que nós temos mão de obra boa e que pode ser contratada.
Era isso o que tinha a dizer, Sr. Presidente.
Obrigado.
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Muito obrigado.


MARIA CLARY FRIGERI HORN, EX-DIRETOR, MUSEU, CAXIAS DO SUL (RS), HOMENAGEM PÓSTUMA. PL 4302/1998, PROJETO DE LEI ORDINÁRIA, ALTERAÇÃO, LEI DO TRABALHO TEMPORÁRIO, EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, PESSOA JURÍDICA, COLOCAÇÃO, TRABALHADOR TEMPORÁRIO, SUBSTITUIÇÃO, PESSOAL, CARATER EXTRAORDINÁRIO, ATIVIDADE AGRÍCOLA, REQUISITOS, FUNCIONAMENTO, EMPRESA DE TRABALHO TEMPORÁRIO, EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, TERCEIRIZAÇÃO, TEMA, APROVAÇÃO, AVALIAÇÃO POSITIVA.
oculta