CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 045.3.55.O Hora: 12h58 Fase: OD
  Data: 23/03/2017


O SR. LEONARDO QUINTÃO
(PMDB-MG. Pronunciamento encaminhado pelo orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, os Gideões Internacionais no Brasil já distribuem Bíblias no território nacional há 60 anos. A missão de dar acesso à palavra de Deus, para que as pessoas possam conhecer Cristo, vem sendo executada com afinco por esses nobres cristãos. Neste mundo, em que os cidadãos se veem cada vez mais perdidos e sem esperança, a iniciativa caracteriza-se como amplamente louvável.
O movimento está presente em âmbito mundial e se iniciou há muito tempo nos Estados Unidos. Surgiu em 1899, com um grupo de homens comprometidos em testemunhar sobre Cristo para as pessoas. A partir de 1908, um pequeno grupo de eminentes homens resolveu colocar uma Bíblia em cada quarto de hotel daquele país. Esses homens eram inspirados na figura bíblica de Gideão, homem disposto a sempre fazer a vontade de Deus, de forma independente do seu próprio ponto de vista e julgamento quantos aos planos e resultados.
Esse espírito desprovido de interesses pessoais continua sendo a marca dos Gideões. Bíblias completas ou Novos Testamentos com Salmos e Provérbios são impressos em 99 línguas e oferecidos direta e gratuitamente às pessoas — ou colocadas em quartos de hotéis e leitos de hospitais.
Ao todo, já foram distribuídos mais de 2 bilhões de Bíblias e Novos Testamentos ao redor do mundo e mais de 190 milhões no Brasil. Considerando que o custo médio atual desse material é da ordem de 2,80 reais, mais de 5 bilhões de reais já foram gastos em nome da propagação da palavra de Deus. Nenhum retorno material é esperado desse investimento espiritual e solidário.
Há, no mundo, quase 175 mil Gideões, distribuídos em 200 países e territórios. Desses, mais de 10 mil estão no Brasil e devem entregar 8,3 milhões de Novos Testamentos este ano. São grandes homens, dedicados à causa nobre, e isso merece o reconhecimento explícito desta Casa.
Vivemos tempos sombrios, em que o homem parece estar perigosamente afastado da palavra de Deus. O início deste ano foi marcado por violentas rebeliões em presídios brasileiros. Viram-se imagens chocantes, manifestações do ódio de um homem contra o outro, muito apartadas da mensagem de amor ao próximo trazida por Cristo.
Os Gideões fazem sua parte contra isso. Ao distribuírem Bíblias em presídios, dão oportunidade para que os detentos encontrem alternativas naquele ambiente tão hostil, e muitos têm feito isso. E esse é apenas um dos locais de distribuição, aos quais se somam hotéis, hospitais, escolas, unidades militares e órgãos públicos — o que contribui para que diversas pessoas nem sequer cheguem a estar em presídios.
Esta Casa tem a missão de gerar condições para que as pessoas alcancem desenvolvimento pessoal e coletivo plenos. São muitas as áreas de atuação que demandam providências para conquistar esse ideal. Os desafios são inúmeros, mas, contando com a colaboração de iniciativas como as dos Gideões, serão, enfim, vencidos.
Muito obrigado.